120 pedras de crack recolhidas e duas mulheres presas em Fabriciano

Ponto de tráfico de drogas ilícitas era monitorado pela Polícia Militar, no bairro Santa Cruz

Divulgação Polícia Militar


As 120 pedras de crack apreendidas durante o cerco policial no Santa Cruz

Uma mulher de 38 anos e uma jovem de 17 anos foram detidas por tráfico de drogas ilícitas na rua Áustria, no bairro Santa Cruz, em Coronel Fabriciano, onde foram apreendidas 120 pedras de crack em um no local monitorado pela Polícia Militar. Também foram recolhidos outros objetos que seriam resultado da mercancia de entorpecentes. Um jovem de 19 anos foi identificado e teria ligação com as duas suspeitas presas na tarde deste domingo (23).

O 58º Batalhão da Polícia Militar recebeu várias denúncias anônimas com contra W.M.R.O., de 19 anos. Ele estaria gerenciando o tráfico de drogas no bairro após a prisão de vários integrantes da facção conhecida como “Primeiro Comando do Santão”. Uma ligação via 190 indicou a casa onde seria o ponto de tráfico.

Os policiais monitoraram a residência e viram o momento em que F.M.V., de 38 anos, e uma adolescente de 17 anos chegaram na janela dos fundos. A mulher arremessou uma sacola, que caiu em outro lote. Os PMs recolheram a sacola, que continha 120 pedras de crack, todas prontas para a comercialização.

A casa foi abordada e lá foram encontradas, uma balança de precisão, sacolinhas plásticas e celulares sem procedência. A carteira de identidade de W.M. foi achada no local e, segundo a adolescente, pertence ao namorado dela.

A residência, de acordo com as denúncias anônimas, é frequentada por pessoas suspeitas de envolvimento com a facção. As duas detidas foram encaminhadas para a delegacia de Ipatinga com o material encontrado durante a operação policial.
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: falecomoeditor@diariodoaco.com.br

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO