Duas lojas em Fabriciano são alvo de assaltantes

Policia registra dois crimes na tarde desta terça-feira e os autores estão sendo procurados

O 58º Batalhão da Polícia Militar (BPM) registrou dois ataques a estabelecimentos comerciais, em um deles foi consumado e, no outro, o marginal acabou desistindo do crime. Os ataques ocorreram na área central de Coronel Fabriciano. Apesar de poucos minutos de diferença, não há ligação entre os dois casos.

O primeiro ocorreu na rua José Cornélio em uma loja de suplementos alimentícios, por volta das 13h15 de terça-feira. A vítima, de 36 anos, relatou que foi surpreendida por um homem moreno claro, cerca de 30 anos de idade, de calça clara e camisa gola polo. Ele olhou vários produtos, separou alguns e quando a mulher colocava na sacola o falso cliente anunciou o roubo.

O assaltante retirou uma faca da cintura e segurou a vítima pelo braço determinando que a vítima repassasse o dinheiro do caixa. A mulher ficou com medo e gritou por socorro. O criminoso assustou-se e saiu correndo sentido à rua Pedro Nolasco e desapareceu sem ser localizado pelos policiais.

Outro assalto

O segundo crime ocorreu na rua Duque de Caxias por volta das 13h35, conforme duas jovens, uma de 19 e 28 anos, quando entrou um moreno claro, de 25 a 30 anos de idade, entrou no estabelecimento comercial. Ele trajava bermuda jeans e camisa cinza indo a separar vários produtos.

O falso cliente chegou a entregar uma cédula de R$ 20 pedindo para trocá-la por notas de valores menores. No momento em que a vítima abriu o caixa, ele entrou no local reservado e, com a mão na cintura, anunciou o roubo e determinou que as vítimas ficassem quietas. Ele pegou todo o dinheiro e fugiu mas deixou a sua cédula para trás.
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: falecomoeditor@diariodoaco.com.br

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO