Biblioteca Municipal de Fabriciano comemora 50 anos com programação especial

As comemorações são abertas ao público e com entrada gratuita, informa o governo municipal

Divulgação PMCF


Atividades serão realizadas na próxima semana e terão entrada gratuita

A Biblioteca Municipal Mariana Roque Pires, de Coronel Fabriciano, promove entre os dias 24 a 28 de junho uma programação especial em comemoração aos seus 50 anos de fundação. As atividades incluem o lançamento da informatização do seu acervo e serviços, oficinas ministradas e mesa redonda com escritores do município. As comemorações são abertas ao público e com entrada gratuita, informa o governo municipal.

A abertura da programação de 50 anos será na próxima segunda-feira (24), às 19h, quando será detalhada a implantação da informatização da Biblioteca e, ainda, homenagem às personalidades que foram fundamentais para a construção da história do espaço. Nos dias 25 a 27, às 9h e 14h, serão ofertadas oficinas de dobraduras, libras, brinquedos com materiais recicláveis, ministradas por professores da rede municipal de Educação. O encerramento será dia 28, a partir das 10h, com uma roda de conversa com os escritores do município, para troca de experiências.

“A Biblioteca e todo o seu acervo contribui para a democratização do conhecimento, da educação e proporciona o desenvolvimento intelectual da comunidade, além de preservar a cultura da nossa cidade. É uma grande alegria comemorar 50 anos de história, estamos preparando uma programação especial e convidamos toda a população de Coronel Fabriciano a festejar conosco”, afirma a gerente de cultura, Priscila Souza.

Acervo
A Biblioteca Municipal de Coronel Fabriciano conta com um rico acervo, com obras da literatura brasileira e estrangeira, livros de ficção cientifica, romances best sellers, literatura infantil, super-heróis e títulos multidisciplinares de diversas áreas de conhecimento. Hoje, conforme a administração municipal, o espaço conta com 26 mil itens entre livros, CD’s e DVD’s. Só no ano de 2019 foram adquiridos aproximadamente 800 novos livros, fato histórico na instituição.

História
A Biblioteca Municipal foi fundada em 1969, pelo então prefeito Mariano Pires Pontes, atendendo uma reivindicação de Clodomiro de Jesus, pioneiro e vereador à época. O nome foi escolhido em homenagem à primeira professora do Vale do Aço: Mariana Roque Pires. Natural de São Domingos do Prata, a professora chegou na região em 1968 e fundou a primeira escola rural. Por seis anos, ela foi professora, secretária e diretora da escola, até que chegou outra profissional para dividir as funções. Em seguida, ela foi se tornar secretária do prefeito e ficou no cargo de servidora pública por anos.
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: falecomoeditor@diariodoaco.com.br

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO