Times fazem da parada para a Copa América uma nova “pré-temporada”

O futebol brasileiro, já com a novidade do VAR, iniciou o calendário de jogos ainda no mês de janeiro. Em fevereiro, clubes de diferentes regiões do país já disputavam partidas dos campeonatos estaduais; algumas equipes, inclusive, jogaram a primeira fase classificatória para os grupos da Libertadores já no segundo mês do ano.

Em junho, cerca de quatro meses após os times iniciarem suas jornadas nos torneios nacionais e internacionais, os clubes já vivem diferentes situações pelo país. Seja pelos maus resultados ou desempenho bem distinto do que torcedores esperavam no início da temporada, há equipes que já esperam ansiosamente pela paralisação no calendário.

A intenção, portanto, é ajustar as peças desencaixadas e, claro, se preparar para o segundo e decisivo semestre do futebol brasileiro. Há, inclusive, clubes que não descartam fazer algumas contratações na parada para a Copa América. Para estes, a missão também é fortalecer o plantel para as batalhas a partir da metade de julho, quando o Brasileirão retorna.

E, mesmo para os times que não pretendem realizar contratações, a parada é vital pela fase que o clube enfrenta. A seguir, você confere duas equipes — em diferentes situações — que aguardam a parada no calendário para realizar uma nova “pré-temporada”.

Vasco da Gama

Boa parte da torcida do Vasco já temia a má temporada do clube cruzmaltino antes mesmo dela começar. E com razão, afinal, o clube enfrenta dificuldades financeiras há algum tempo e não tem um plantel forte para os torneios ao longo do ano — que exigem um elenco robusto e equilibrado. No Campeonato Carioca, o Vasco até conseguiu chegar à final e enfrentou o Flamengo na decisão.

Apesar de ter feito jogos interessantes, o cruzmaltino perdeu as duas partidas da finalíssima para o rival pelo placar de 2 a 0. Como resultado do revés, a pressão aumentou ainda mais, inclusive no ambiente político do clube, presidido pelo mandatário Alexandre Campello — que quase renunciou ao cargo. Somado a isso, houve a eliminação para o Santos na Copa do Brasil em abril e o péssimo começo no Brasileirão.

O Vasco pretende contratar na parada do calendário para realização da Copa América e uma das prioridades de reforço é para a posição de Maxi López, que recentemente saiu do clube. Com tempo para Vanderlei Luxemburgo trabalhar e boas aquisições no mercado, o resto do ano cruzmaltino pode ser bem melhor do que é até o momento.


Grêmio
O Tricolor Gaúcho está em uma situação diferente do Vasco em aspectos financeiros e na disputa de campeonatos. Porém, o clube enxerga a parada no calendário como fator interessante devido ao que está vivendo nesta temporada.

O Grêmio foi campeão do Campeonato Gaúcho sobre o maior rival, em abril, mas desde então não demonstra domínio nos torneios em que está disputando. Na Libertadores, o Tricolor sofreu em alguns momentos no grupo H. Perdeu em casa para o Libertad e para a Universidad Católica, além das atuações pouco condizentes com o clube que foi campeão do torneio continental há menos de dois anos.

Além disso, fez um começo de Brasileirão de nível bem abaixo do que o time pode apresentar. Para o segundo semestre, o técnico Renato Gaúcho vai precisar dar consistência ao time e recuperar o bom futebol de jogadores importantes para o elenco, casos de Diego Tardelli e Pedro Geromel. A parte boa fica por conta do bom plantel que o Tricolor tem e o bom jogo de estreia na Copa do Brasil, em que venceu o Juventude e avançou às quartas de final do certame nacional. A nova “pré-temporada” deve ser, de fato, providencial para a recuperação do Grêmio no ano.
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: falecomoeditor@diariodoaco.com.br

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO