Adolescente de 16 anos é apreendido por tráfico em Coronel Fabriciano

Jovem envolvido com o tráfico foi abordado por policiais militares após várias denúncias anônimas

Wellington Fred


Porções de crack e objetos usados no tráfico de drogas apreendidos com o menor infrator
Atualizada às 15:04
Um adolescente é alvo, há dois anos, de constantes denúncias anônimas feitas ao 58º Batalhão da Polícia Militar e com diversas apreensões já registradas pela polícia.

Ele estaria envolvido com o tráfico de entorpecentes na avenida Vitória-Régia, no bairro Recanto Verde, em Coronel Fabriciano, local alvo de uma operação desencadeada pela PM essa semana.

Na terça-feira (11), os policiais receberam nova denúncia, segundo a qual, o jovem infrator promoveria o comércio de entorpecentes em frente à sua residência. As denúncias apontavam que ele trabalhava para um traficante do bairro.

O adolescente foi abordado pelos policiais e foi encontrado com as chaves de uma casa. Nas proximidades foram encontrados pinos vazios usados para acondicionar cocaína.

O adolescente apreendido foi encaminhado ao local onde ele reside para que pegasse a carteira de identidade. No imóvel os policiais encontraram no quarto dele uma porção de crack, mais pinos usados para embalar cocaína, quatro celulares e uma balança de precisão.

Na cozinha da casa foram encontradas a quantia de R$ 434 e uma porção de crack. Ele alegou que a droga apreendida daria para fazer 60 pedras para a venda ao usuário, no varejo.

Os policiais também descobriram que o menor de idade estava com mandado de internação expedido pela Justiça da Comarca de Timóteo desde o dia 7 de junho. Com isso, o adolescente foi encaminhado para a delegacia de Polícia Civil e colocado à espera de uma vaga no sistema socioeducativo.

MAIS FOTOS

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO