Deputada federal conhece estrutura da UPA em Timóteo

A parlamentar antecipou o esforço do seu gabinete em buscar recursos por meio de emendas parlamentares e verbas orçamentárias do Ministério de Saúde

Divulgação


Alê Silva visitou a estrutura e se colocou à disposição para buscar recursos orçamentários e emendas para a unidade

A deputada federal Alê Silva (PSL) esteve em Timóteo nesta segunda-feira para conhecer a estrutura da Unidade de Pronto Atendimento (UPA), no bairro Primavera. Conforme a administração de Timóteo, a obra está concluída e agora depende de recursos para a aquisição de mobiliário e equipamentos médicos e hospitalares para começar a funcionar.

A parlamentar foi recebida pelo prefeito Douglas Willkys, pelo vice, José Vespasiano Cassemiro, secretários e vereadores em seu gabinete na prefeitura. Posteriormente, o grupo se deslocou para a UPA.

A visita faz parte de uma iniciativa da atual gestão municipal de sensibilizar autoridades e parlamentares sobre a importância regional da UPA e a necessidade de o equipamento entrar em funcionamento.

A parlamentar antecipou o esforço do seu gabinete em buscar recursos por meio de emendas parlamentares e verbas orçamentárias do Ministério de Saúde. A deputada ainda ressaltou que a sua atuação é suprapartidária, ou seja, “está acima de qualquer ideologia ou partido político, pois o beneficiária deste obra (UPA) será a população”, disse Alê.

“Gostaria de agradecer a visita da deputada que desde o início se propôs a colaborar com a cidade. Estamos convictos de que não pode ter briga política para tirar a UPA do papel”, apontou o prefeito.

Mais:
Secretário de Estado de Saúde conhece estrutura da UPA em Timóteo
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: falecomoeditor@diariodoaco.com.br

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO