Ator de Chiquititas e seus pais são assassinados em São Paulo

Rafael Miguel e os pais foram mortos ao chegar à casa da namorada do ator; o pai dela, que é o suspeito, fugiu e é procurado pela polícia


Rafael Miguel interpretou Paçoca na novela 'Chiquititas', no SBT (SBT/Reprodução)
O ator Rafael Miguel, famoso por uma propaganda de alimentos e por um papel na novela "Chiquititas", foi assassinado na noite deste domingo (9), com seus pais, em São Paulo.

Segundo a polícia, ele e os pais foram à casa da namorada de Rafael, para conversar com pai dela. Quando chegaram lá, os três teriam sido mortos pelo pai da moça, que fugiu. Ele teria assassinado Rafael Miguel e seus pais por ciúmes da filha, de 18 anos.

As mortes foram confirmadas pelo SBT, emissora para a qual Miguel trabalhou na mais recente produção da novela Chiquititas, e detalhes do caso foram descritos pelo jornalista Luiz Bacci, da TV Record, em suas redes sociais.

Rafael Miguel interpretou o personagem “Paçoca” em Chiquititas e, mais novo, ficou famoso em um comercial do suplemento nutricional Sustagen, no qual pedia: “mãe, compra brócolis?”.

“O namoro proibido era controlado de perto por Paulo Cupertino Matias (identidade do sogro). Um homem possessivo e temido por toda família e amigos. Ele fugiu após ter atirado”, relatou Bacci, em publicação na qual mostra um vídeo do casal se beijando, um dia antes do crime do qual foram vítimas o namorado e os pais dele.

"Estou fazendo esse post aqui para me solidarizar com Isabela, que é tão vítima quanto os que morreram. A menina que ajudou Rafael a se livrar da depressão era única responsável pelo sorriso do menino nos últimos meses", concluiu Luiz Bacci.

Reprodução Twitter

Um dia antes, o casal postou um vídeo, o último beijo do jovem ator Rafael Miguel, 22 anos, com a namorada Isabela, de 18. O encontro ocorreu no sábado.
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: falecomoeditor@diariodoaco.com.br

Comentários

Maria 10 de Junho, 2019 | 07:24
Até quando homens vão se achar donos de alguém a ponto de matarem outras pessoas por se sentirem ameaçados?? Isso é coisa de animal, atacar e matar quando se sentem ameaçados.
Independente dele ser o pai dela, isso não o autoriza a matar outras pessoas por ciúme doentio.
A sociedade está doente...

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO