Carro descontrolado atropela motociclista no Morro das Lavadeiras

Bruno Carlos Profeta Azevedo, de 38 anos, morreu na hora ao ser atingido por Fiat Palio na descida da estrada do bairro Bom Jardim

Com atualização de dados às 12:25 de 8/6

Um acidente fatal foi registrado no começo da noite dessa sexta-feira, na Estrada das Lavadeiras (avenida Amazonas), que dá acesso da avenida Pedro Linhares Gomes (BR-381) para o bairro Bom Jardim, em Ipatinga.

O acidente envolveu uma motocicleta Honda CG150, com placa de Ipatinga, conduzida por Bruno Carlos Profeta Azevedo, de 38 anos, e um Fiat Palio conduzido por Vandercy Dias Teodoro, de 44 anos.

O motorista do Palio informou para a Polícia Militar que transitava pela avenida Amazonas sentido à BR-381 e, após passar por uma curva na descida do morro, o veículo “apagou o motor” e começou a ganhar velocidade. Descontrolado, invadiu a contramão.

Vandercy conta que, numa tentativa de parar o veículo, acionou o freio de mão, o que fez o carro rodar na pista mais de uma vez. Em um dos giros no asfalto, o veículo colidiu com a lateral de uma motocicleta que trafegava no sentido contrário.

Com o impacto, o motociclista foi arremessado para a calçada da pista, no sentido contrário. O condutor teve múltiplas fraturas e morreu no local da colisão. O corpo da vítima, que morava nas Chácaras Madalena, foi removido ao IML de Ipatinga pela funerária Paraíso.

O motorista do carro teve ferimento leve em um dos joelhos e permaneceu no local do acidente para o registro da ocorrência pela Polícia Militar. Como de praxe, o condutor do carro foi encaminhado para prestar esclarecimentos ao delegado de plantão na 1ª Delegacia Regional de Ipatinga.


Enviada por leitor + reprodução

Bruno Carlos Profeta Azevedo tinha 38 anos

MAIS FOTOS

Comentários

Opaleiro Indignado 11 de Junho, 2019 | 12:42
Carro só é considerado velho se não faz as devidas manutenções e melhorias para um funcionamento seguro e eficiente. Só pra lembrar, independente do carro, o ideal é estar com sua manutenção em dia, e se possível efetuar revisões de 6 em 6 meses ou uma vez por ano em todos os sistemas, sendo mecânico, hidráulico ou elétrico.
Não posso afirmar se foi banguela ou falta de combustível, se foi bateria ou ignição, vela suja ou se foi mal funcionamento do motor mesmo, mas posso afirmar que culpar uma pessoa sem saber se esta tem culpa ou não... Não precisa nem falar né?
Real 10 de Junho, 2019 | 12:36
A questão talvez poderia ter sido evitada mesmo ,mas o acontecido chama acidente não e a toa..
Poderia ter acontecido com qualquer um com carro novo ou velho..
Mas e muito fácil eu vim aqui e ficar fazendo comentário de acusação.
Nem precisa porque concerteza esse motorista ja está ja deve estar sofrendo com seus próprios pensamentos...
Leitor 10 de Junho, 2019 | 07:38
Carro velho o resultado é sempre o mesmo, ou provoca acidente fatal ou pega fogo. Falta fiscalização do DETRAN e o fim de carros com mais de 10 anos.
William 09 de Junho, 2019 | 23:29
a biblia diz que do po´viemos e ao po`voltaremos.aqui nesta terra jamais encontraremos refugio, alegria,paz, mas no ceu. a palavra de deus nos garante tudo isso .se vc ainda nao teve um encontro com jesus para ser morador do ceu . procura jesus o mais rapido possivel porque ele e a soluçao ,ele e o remedio que o mundo precisa.que deus abençoe a vida de cada um de nos em nome de jesus.
Motorista 09 de Junho, 2019 | 09:58
Eduardo, tacar pedra no telhado alheio é facil temos que tomar cuidado por que carro novo também acontece a mesma coisa , ninguém sai de casa com intensão de matar alguém , falha mecânica não escolhe se ta no morro , subindo descendo, curva ou reta e muito menos o veiculo vai ocorrer. Refletimos também na dor deste motorista que se deu essa fatalidade..
Sincero 08 de Junho, 2019 | 09:20
O triste é a falta de noção da humanidade ultimamente, a pessoa sente prazer em fotografar o cadaver e sair compartilhando nas redes sociais...Imaginei a dor da familia em receber tais imagens...Ser humano perdeu totalmente a noção.
Morador de Ipatinga 08 de Junho, 2019 | 09:04
uma situaçao dessa acontece, porque nao foi dado a atençao devida no veiculo, as vezes o veiculo apresenta problemas e a gente ignora. ai acontece o pior, olha a situaçao em que deixou um trabalhador. gente vamos dar mais atençao nos nossos veiculos. pois amanha pode ser um de nos.
Eduardo 08 de Junho, 2019 | 08:40
Carro velho e sem a devida manutenção da nisso, coitado do motociclista, morreu por causa da irresponsabilidade dos outros.
Boa Noite 07 de Junho, 2019 | 21:26
Andar de moto hoje é como andar em cima de uma bomba. Sou motorista e vejo que a gentileza sumiu .EM FABRICIANO TÁ UMA FALTA DE EDUCAÇÃO PRINCIPALMENTE .
O POVO FICOU ABESTADO

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO