Por que o café brasileiro é tão bom?

O café brasileiro que você normalmente encontra nas cafeterias especiais é o café processado a seco


O Brasil é o quinto maior país do mundo tanto em área terrestre quanto em população e é reconhecido por seus excelentes grãos de café. Entre os vários métodos de colheita, baixa acidez, métodos de processamento a seco, marketing direto e 3 áreas de cultivo ricas, não é de admirar que o café do Brasil seja tão popular.

Os grãos de café variam em tamanho, forma, cor e sabor, dependendo da região e das condições em que foram cultivados. A diversidade de sabores e aromas únicos é muito ampla, por isso vale a pena experimentar vários para descobrir o grão perfeito para o seu paladar. Mas por que o café brasileiro se destaca entre todos os outros grãos de café do mundo?

Diferentes métodos de colheita - Ao contrário de muitos outros lugares, a fruta que é removida do grão de café é manipulada com o uso de quatro métodos de processamento diferentes. Na verdade, é bastante comum encontrar uma única fazenda usando os quatro métodos em uma única colheita. Isso garante qualidade e variedade ao café produzido.

Baixa acidez - Ter um café com alta acidez não é bom, pelo menos, não de acordo com as papilas gustativas brasileiras. Quando é cultivado nas altitudes mais baixas, como no Brasil, o café terá baixa acidez. Por tudo isso, os grãos de café serão doces, redondos e proporcionarão um excelente sabor.

Processado a seco - O café brasileiro que você normalmente encontra nas cafeterias especiais é o café processado a seco. Isso significa que ele foi secado dentro da fruta primeiro. Isso garantirá que grande parte da doçura de seus frutos continuará no copo. O processamento a seco também é cunhado de “natural”, já que alguns fazendeiros permitem que ele seque primeiro nas árvores, em vez de colhê-las imediatamente.

Café Diretamente Comercializado de Fazendas - Felizmente, há alguns anos, o governo brasileiro desregulou toda a indústria do café. Isso permitiu que as grandes fazendas tivessem a chance de comercializar diretamente para os países que consumiam seu café, sem ter que se preocupar com as estruturas de classificação que seriam impostas pelo governo.
Alex Ferreira


Café do Brasil é considerado o melhor do mundo; combinação de fatores, da produção à torra favorece a bebida nativa

3 Principais Regiões de Cultivo - As três principais áreas de cultivo brasileiras produzem alguns dos melhores cafés, com alta qualidade. A área de cultivo mais antiga é a de Mogiana e fica ao longo das fronteiras de São Paulo e Minas Gerais. Esta é uma área em crescimento que é conhecida pelo rico solo vermelho, que produz cafés completos, doces e redondos.

Depois, o Sul de Minas Gerais, que é o principal produtor do café Arábica no Brasil. A mais nova área de cultivo seria a do cerrado, que é um planalto semiárido que circunda a cidade de Patrocínio.

Os sabores de um bom café brasileiro são bem variados e alguns até são desenvolvidos para deixar um sabor amargo e agridoce de chocolate em sua boca. Então, com tudo isso só nos resta dizer: Viva a produção do café brasileiro.
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: falecomoeditor@diariodoaco.com.br

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO