Governo anuncia escala de pagamento para junho

Quarta parcela do 13º não honrado pela gestão anterior será antecipada

A Secretaria de Estado de Fazenda (SEF) informa o calendário do mês de junho para o pagamento dos salários do funcionalismo público do Executivo Estadual:

1ª parcela: 12/6;
2ª parcela: 24/6.
Os critérios adotados para pagamento dos vencimentos serão os mesmos dos meses anteriores:

Na primeira parcela, serão depositados até R$ 3.000 para os servidores da Segurança Pública e da Saúde. Para os demais servidores, serão depositados até R$ 2.000;
Na segunda parcela, serão depositados os valores restantes para todos os servidores.

Décimo-terceiro

Em função do feriado de Corpus Christi, o pagamento da quarta parcela (R$ 400) do 13º relativo a 2018 será feito no dia 19/6. A antecipação de dois dias só foi possível graças à organização do fluxo de caixa.
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: falecomoeditor@diariodoaco.com.br

Comentários

Helena A.nogueira 15 de Junho, 2019 | 22:23
caro colega,
só lembrando que o atual governador herdou uma dívida enorme do seu pt. ok. e além disso, mesmo assim ele consegue pagar melhor do que o pilantrel que chegou a nos pagar dia 30 do mês que saiu nos devendo o décimo terceiro. aceita que perdeu ,doi menos.
Cid 03 de Junho, 2019 | 15:33
Escala??? Parcela??? Mas isso não era coisa do Pimentel? Não era safadeza do PT??? Não era Zema o gestor pika das galáxias que ia resolver os problemas do Estado e do funcionalismo??? Ah sim!!! Me esqueci que foi o governo "Aécio Coca / Tia Anastasia" que quebrou o Estado de MG e deixou o rombo para os próximos governantes. Mas parcelamento, só o Romeuzinho do Araxá pode fazer, porque ele é "Novo"... É BolsoZema! E chupa servidor!

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO