Suplente assume vaga provisória na Câmara de Ipatinga

Chiquinho atuava com cargo comissionado na administração de Ipatinga

Wôlmer Ezequiel


Chiquinho Bom Jardim contou com a presença do prefeito Nardyello Rocha em sua posse

João Francisco Bastos, o Chiquinho Bom Jardim (PTC), assumiu provisoriamente uma cadeira na Câmara de Ipatinga. A solenidade de posse foi realizada nesta sexta-feira (31), durante sessão ordinária. Ele ocupa o cargo de forma provisória, em razão da prisão de Gilmar Ferreira Lopes, o Gilmarzinho, do mesmo partido, que foi preso no mês de abril, em operação do Grupo de Atuação Especial de Repressão ao Crime Organizado (Gaeco).

Chiquinho atuava com cargo comissionado na administração de Ipatinga. Na eleição de 2016 obteve 1.008 votos. Diversas pessoas acompanharam sua posse, entre elas o prefeito Nardyello Rocha e parte de sua equipe, que aplaudiu o ingresso do parlamentar na Casa. Em seu discurso, Chiquinho agradeceu aos amigos, familiares, aos demais vereadores e assegurou que não medirá esforços para fazer a diferença.

“A população não aceita a acomodação do político. O povo espera que cada um de nós conte uma história que transforme suas vidas. Os avanços precisam chegar às pessoas mais simples, na geração de oportunidades para todos. Quero fiscalizar a coisa pública. A sociedade está alerta. O objetivo é que meu mandato seja daqueles que não tem voz e nem vez”, concluiu.

Além de Gilmarzinho, outros seis vereadores são investigados mau do dinheiro no gabinete público, são eles: Luiz Márcio (PTC), Wanderson Gandra (PSC), Paulo Reis (Pros), José Geraldo Andrade (Avante), Osimar Barbosa Gomes, o Masinho (PSC) e Rogério Antônio Bento (sem partido).

Já publicado

Vereador Gilmarzinho é preso em Ipatinga
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: falecomoeditor@diariodoaco.com.br

Comentários

Patriota Sem Partido 02 de junho, 2019 | 18:32
Realmente o município não pode interferir nas escolas estaduais, na verdade, é o estado, através da SRE, que interfere nas do município. Mas o morador do BJ estuda nas escolas estaduais do bairro ou na do Ideal. Portanto, o vereador pode e deve "cuidar" delas também.
Matheus 02 de junho, 2019 | 09:10
Não decepcione igual o Juarez e o Gilmarzinho que nada fizeram pro bairro... E vamos parar de usar igreja como palanque, igreja é lugar de louvar a Deus e não ficar fazendo politicagem, depois reclamam que o povo não vai na casa de Deus.
Joao 02 de junho, 2019 | 09:05
Município não interfere em politica publica de escola Estadual. O Estado que se preocupe e o povo cobre investimento do Zema; não se pode abraçar algo que esta além. Chiquinho, legislar e fiscalizar esse é o lema.
Gildázio Garcia Vitor 01 de junho, 2019 | 12:23
Parabéns Chiquinho! Espero que consiga realmente fazer a diferença para a Câmara e para a comunidade, especialmente a do BJ, que, ao longo dos anos e de bom papo (no "buteco"?), aprendeu a te respeitar e admirar, assim como eu (que por quase 20 anos estive presente no BJ), apesar das nossas diferenças ideológicas. Se for possível, foca na Educação e nas escolas do bairro, inclusive as do estado, o Laura Xavier sempre foi e será "nosso", apesar da aposentadoria.

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO