Governador garante a prefeitos da região normalização de repasses constitucionais

Falando em nome dos chefes do Executivo do Colar Metropolitano, o prefeito ipatinguense, Nardyello Rocha, considerou positivo o resultado das conversações

Secom-PMI


Prefeito Nardyello Rocha participou do encontro de Romeu Zema com os empresários locais

Na agenda cumprida pelo governador Romeu Zema (Novo) em Ipatinga, quinta-feira (23), os prefeitos do Vale do Aço tiveram um momento para tratar com ele a respeito da cifra referente a repasses não realizados pelo Estado e que tem deixado centenas de municípios em dificuldades. Falando em nome dos chefes do Executivo do Colar Metropolitano, o prefeito ipatinguense, Nardyello Rocha, considerou positivo o resultado das conversações. Conforme ele, Zema se comprometeu a retomar o pagamento regular dos recursos constitucionais devidos às cidades, a partir de agora, sem nenhum tipo de retenção.

“O melhor de tudo foi ter visto a boa vontade do governador para juntos, municípios e Estado, tirarmos Minas do buraco em que foi colocado”, pontuou Nardyello. “Mesmo o governo atual de Minas Gerais deixou pendentes recursos devidos às cidades nos meses de janeiro, fevereiro e março, entre eles repasses do Pro-Hosp, que fizeram agravar ainda mais as retenções na saúde”, citou ainda o prefeito. Apenas em Ipatinga, estes valores retidos na Saúde já chegam a mais de R$ 90 milhões, ressaltou.

Um acordo judicial está sendo firmado entre os municípios e o atual governo estadual para que as dívidas do governo anterior – de cerca de R$ 12,3 bilhões – e também as do governo atual – em torno de R$ 1 bilhão – possam ser quitadas a partir de janeiro de 2020.

Simplificação tributária

Outra notícia trazida pelo governador, conforme o prefeito de Ipatinga, é que ele deixou clara a possibilidade de fazer uma simplificação tributária em médio prazo. “Nós sabemos que neste momento seria uma utopia acreditar que o governo venha a reduzir impostos, já que mais do que nunca ele precisa de receita, mas acreditamos que agirá nesse sentido a partir do momento em que as dívidas forem saneadas”, pontuou.

Agência Metropolitana

Na reunião de prefeitos promovida na Agência de Desenvolvimento da Região Metropolitana do Vale do Aço, Nardyello Rocha, anfitrião do encontro, aproveitou o momento para lembrar ao governador Romeu Zema da importância de manter em dia o convênio do Instituto de Previdência dos Servidores do Estado de Minas Gerais (Ipsemg) com o HMC.

“A nossa preocupação é grande quanto a isso. O Márcio Cunha parou de atender os beneficiários, que são mais de 30 mil na cidade. Existe uma dívida de pouco mais de R$ 5 milhões a ser saldada. A garantia do governo de que irá manter o pagamento do convênio em dia nos dá a certeza de que o hospital não irá suspender a assistência aos conveniados”, enfatizou o prefeito.
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: falecomoeditor@diariodoaco.com.br

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO