Cinema será inaugurado nesta semana em Coronel Fabriciano

A proposta é manter duas sessões diárias, podendo mudar conforme o filme em cartaz, além das matinês quando houver exibição de filmes infantis

Divulgação PMCF


Cine Alvorada está localizado no bairro, no Melo Viana, e funcionará todos os dias

Após mais de duas décadas, Coronel Fabriciano terá uma sala de cinema. Para esta semana está prevista a inauguração do novo Cine Alvorada, no Melo Viana. O espaço de entretenimento foi reformado e recebeu equipamentos de última geração para exibição da sétima arte. A sala de cinema tem capacidade para 212 pessoas – incluindo dois lugares para cadeirantes – e é equipada com poltronas reclináveis, tela de 10 m x 4 m e sistema de climatização, iluminação e sonorização digitais. A estrutura original da fachada foi preservada, segundo informado pela administração municipal.

Além da sala de projeção, o Cine Alvorada tem hall com bomboniere com pipoca, refrigerantes e doces, banheiros femininos e masculinos. “O projeto contempla acessibilidade, plano de prevenção e combate de incêndio e normas de segurança do Corpo de Bombeiros. Trata-se de uma sala moderna e que exibirá os lançamentos em cartaz nos grandes centros do país”, antecipa o empresário Danilo Botelho, a frente do Cine Filmes, com experiência de mais 19 anos no segmento. A sala de Fabriciano será a nova da empresa, que está presente em seis cidades de Minas Gerais e Bahia.

A proposta é manter duas sessões diárias, podendo mudar conforme o filme em cartaz, além das matinês quando houver exibição de filmes infantis. Os ingressos poderão ser adquiridos na bilheteria do cinema, que funcionará a partir das 15h. “O Cine Alvorada funcionará todos os dias para atender, com qualidade, os fabricianenses e região. Vamos apostar em preços mais populares, inclusive, com valor de meia-entrada para todo o público, das segundas a quartas-feiras”, destaca Danilo. O filme de estreia será “Vingadores: Ultimato”, último blockbuster da Marvel e recordista de bilheteria.

Investimentos
Segundo o empresário Danilo Botelho, o investimento em obras e equipamentos foi de R$ 700 mil e, em funcionamento, o novo cinema vai empregar seis funcionários diretos, todos de Fabriciano. “A população de 110 mil habitantes, proximidade com municípios que também não contam com sala de cinema e a história do espaço estão alinhados com o projeto da nossa empresa e foram decisivos para decidirmos investir na cidade”, revela Botelho.

“Fabriciano já teve uma das ‘noites’ mais movimentadas da região. A exemplo do Cine Alvora, hoje estão em curso novos empreendimentos que prometem resgatar um pouco desta tradição. A administração do prefeito Marcos Vinicius apoia e fará o possível para dar todo o suporte, para que estes empresários mantenham-se na nossa cidade”, destaca o secretário de Governança do Desenvolvimento Econômico, Turismo e Cultura, Homero Quinete.

Comentários

Lucia Paiva 16 de Maio, 2019 | 21:11
Uma pena que na cidade de Timóteo, a ganancia empresarial e a má administração detonou com o espaço do cine Marabá! Que glória seria poder reabrir o cine Marabá, como fizeram com o cine Alvorada do Melo Viana. Parabéns pela atitude e investimento empresarial. Que a cidade, abrace essa ideia.
Edmilson 16 de Maio, 2019 | 21:08
PARABÉNS pela iniciativa! Um absurdo as cidades de Fabriciano e Timóteo não terem mais seus cinemas. Torço muito para que dê realmente certo e que possa se estender a outras cidades. PARABÉNS!!!!
Luiz Fernando Rodrigues Pereira 16 de Maio, 2019 | 16:09
Muito bom. Pena que esqueceram a data de estreia
Marcio 15 de Maio, 2019 | 20:04
Parabéns! Não me lembro desse cinema funcionando. Será muito bem vindo na cidade, mas terão que pensar em estacionamento. Próximo ao local estão comércios movimentados onde há um movimento na avenida e normalmente as vagas de estacionamento na rua fica cheia.
Cleber 15 de Maio, 2019 | 19:02
Demorô, mas chegou...

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO