Cruzeiro perde para o Internacional

O gol da Raposa foi marcado por Dedé, aos 35 minutos do primeiro tempo. Nonato, Guerreiro e Moledo foram os responsáveis por anotarem os tentos da equipe adversária

Vinnicius Silva/Cruzeiro


O Cruzeiro foi derrotado por 3 a 1 pelo Internacional, em Porto Alegre
Jogando fora de casa, o Cruzeiro foi derrotado por 3 a 1 pelo Internacional, na tarde desse domingo (12), no estádio Beira Rio, em Porto Alegre-RS. O duelo foi válido pela quarta rodada do Campeonato Brasileiro.

O gol da Raposa foi marcado por Dedé, aos 35 minutos do primeiro tempo. Nonato, Guerreiro e Moledo foram os responsáveis por anotarem os tentos da equipe adversária.

Agora, o Cruzeiro volta suas atenções para a Copa do Brasil. Na próxima quarta-feira (15), a Raposa encara o Fluminense, às 21h30, no estádio Maracanã, no Rio de Janeiro.

O Jogo

Mesmo jogando fora de casa, o Cruzeiro foi o responsável pelo primeiro lance de ataque com perigo no jogo. Aos 2 minutos, Fred recebeu pela direita, avançou e deu o passe para Thiago Neves. O camisa 10 mandou em direção ao gol, com a bola passando rente à trave.

Quando eram decorridos 20 minutos, Pedro Rocha se desvencilhou do adversário, desceu pelo canto esquerdo e deu o passe para o meio da área. Jadson aproveitou e bateu rasteiro, mas a bola apenas mais uma vez passou perto da trave de Marcelo Lomba.

Aos 31 minutos, em cobrança de falta do Internacional, Guerrero cobrou, com desvio na barreira. A bola bateu no travessão de Fábio e, no rebote, sobrou para Nonato, que abriu o placar para o time da casa.

Quatro minutos depois, o Cruzeiro arrancou o empate. Thiago Neves lançou a bola dentro da área após cobrança de falta, e Dedé desviou com o pé direito para dentro do gol.

Aos 38, Pedro Rocha deu o passe para Thiago Neves no meio dos defensores do Internacional. O camisa 10 bateu firme, mas Marcelo Lomba defendeu.

Segundo tempo
A etapa final começou com um jogo bastante truncado. Aos 6 minutos, Fábio apareceu bem e defendeu uma cabeçada de Guerrero, sem dar rebote.

Aos 10 minutos, Fábio espalmou a bola após um chute de Nico López. Dedé e Dodô tentaram afastar o perigo em mais de uma tentativa, mas Guerrero aproveitou o rebote e mandou a bola para o fundo do gol.

Dez minutos depois, o árbitro entendeu que Dodô fez pênalti em Nonato aos 20 minutos. D’Alessandro cobrou, mas chutou para fora.

Após cobrança de falta do Inter e a bola explodir na trave, o rebote voltou para Moledo, que fez 3 a 1 para o Internacional aos 37 minutos.

Pouco antes do fim do jogo, aos 46 minutos, Sassá tentou descontar o placar para o Cruzeiro. O camisa 99 recebeu dentro da área e bateu forte para o gol. Marcelo Lomba defendeu e a bola voltou para Sassá chutar de novo, mas o goleiro gaúcho impediu mais uma vez.

FICHA TÉCNICA
INTERNACIONAL 3 X 1 CRUZEIRO
Motivo: 4ª rodada do Campeonato Brasileiro
Data: 12/05/2019 (domingo)
Local: Estádio Beira Rio, em Porto Alegre-RS
Público: 23.416 presentes / 20.673 pagantes
Gols: Nonato (Internacional), aos 31 min do 1ºT; Dedé (Cruzeiro), aos 35 minutos do 1ºT; Guerrero (Internacional), aos 10 min do 2ºT; Moledo (Internacional), aos 37 min do 2ºT
Árbitro: Raphael Claus – FIFA (SP)
Cartão vermelho: Edílson (Cruzeiro)

Internacional: Marcelo Lomba; Zeca, Moledo, Victor Cuesta e Iago; Rodrigo Lindoso, Edenílson, Nonato (Guilherme Parede), D’Alessandro (Rafael Sobis) e Nico López; Guerrero (Sarrafiore). Técnico: Odair Hellmann.

Cruzeiro: Fábio; Edilson, Léo, Dedé e Dodô; Lucas Silva, Lucas Romero, Jadson (David) e Thiago Neves; Pedro Rocha (Rodriguinho) e Fred (Sassá) . Técnico: Mano Menezes.
(Com informações: Site oficial do Cruzeiro)
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: falecomoeditor@diariodoaco.com.br

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO