Léo mostra confiança na busca pelo resultado positivo no Beira-Rio

O Cruzeiro, que vem de duas vitórias seguidas, contra Ceará e Goiás, tentará seu primeiro triunfo fora de casa

Vinnicius Silva


O zagueiro Léo apontou as dificuldades nas partidas disputadas em Porto Alegre

O time do Cruzeiro realizou seu último treino na sexta-feira (10) antes da partida contra o Internacional, em Porto Alegre. O jogo está marcado para as 16h deste domingo (12), válido pela quarta rodada do Brasileirão. O Cruzeiro, que vem de duas vitórias seguidas, contra Ceará e Goiás, tentará seu primeiro triunfo fora de casa.

Em entrevista à imprensa, o zagueiro Léo falou das dificuldades que sempre encontra nas partidas disputadas em Porto alegre, seja contra Inter ou Grêmio, e lembrou do seu primeiro gol como profissional, que ocorreu no palco da partida de domingo, justamente no clássico local.

“Tive uma experiência muito legal de fazer meu primeiro gol no profissional pelo Grêmio, contra o Internacional, no Beira-Rio. Uma coisa muito especial que ficou marcada. Sabemos da dificuldade quando jogamos no Sul, tanto Grêmio quanto o Inter, são equipes bem competitivas, sempre difícil jogar no Beira-rio ou na Arena do Grêmio, então será mais um jogo complicado que vamos buscar impor nosso ritmo, com toque de bola envolvente para que possamos buscar os três pontos que é o nosso principal objetivo”, disse o zagueiro.

A presença do atacante Rafael Sóbis, que atuou nas últimas duas temporadas pelo Cruzeiro, poderia ser um trunfo para o adversário, mas segundo Léo, o futebol de hoje é muito estudado e o atacante rival não chegou a atuar com as novas peças do elenco cruzeirense.

“O Sóbis pode passar algumas informações, bolas paradas, algumas jogadas, mas hoje o futebol está muito estudado, independente dele estar lá ou não, todos estudam os times. Nós também estudamos o Inter e vamos tomar as devidas precauções. Muitas coisas são decididas com improviso dentro de campo, ou em características de jogadores que acabaram de chegar, que são diferentes daqueles com que ele atuou por aqui”, afirmou.

Análise do Brasileirão

Questionado em relação às dificuldades encontradas pela equipe nas últimas partidas, Léo fez questão de fazer um paralelo entre as competições e mostrou o quanto o Cruzeiro poderá ser competitivo também no Brasileirão.

“Tem alguns fatores que acho legal a gente ressaltar. O primeiro fator é a mudança do Campeonato Mineiro para o Campeonato Brasileiro, que tem como característica adversários mais difíceis, adversários que estudam nossa forma de jogar. Claro que a gente tenta sempre crescer e evoluir como equipe, buscando uma desenvoltura, procurando sempre fazer jogos perfeitos, mas a nossa equipe é a equipe a ser batida, e isso faz com que o adversário tome precauções, mude a forma de jogar, reduza nossos espaços, e isso dificulta bastante. Estamos procurando evoluir, sempre em busca do resultado, e foi assim que conquistamos o Estadual, conquistamos o primeiro lugar na Libertadores e buscamos o resultado no Brasileirão. Jogo a jogo vamos evoluindo”, finalizou.

Escalação

Internacional: Marcelo Lomba; Zeca, Rodrigo Moledo, Víctor Cuesta e Iago; Rodrigo Dourado, Edenílson, Nico López, D’Alessandro e Nonato; Paolo Guerrero. Técnico: Oldair Hellamann.

Cruzeiro: Fábio; Edilson, Dedé, Leo e Egídio; Henrique e Lucas Romero; Robinho, Rodriguinho e Pedro Rocha; Fred. Técnico: Mano Menezes.

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO