Solenidade celebra uma década da UAB em Timóteo

A solenidade realizada na terça-feira (16) marcou homenagens a diretores, tutores, alunos que já passaram pela instituição e a atual diretoria

Divulgação


Prefeito Douglas Willkys participou do evento de celebração de dez anos do polo da Universidade Aberta do Brasil

O Centro Municipal de Educação Infantil (Cmei) localizado no bairro Centro Norte, em Timóteo, foi o palco das comemorações de dez anos de existência do polo da Universidade Aberta do Brasil (UAB) em Timóteo. O polo é mantido pela Secretaria Municipal de Educação do município e conta com a parceria das Universidades Federais de Juiz de Fora (UFJF), Ouro Preto (UFOP), São João Del Rei (UFSJ) e Viçosa (UFV) na realização de cursos a distância de graduação, pós-graduação e especialização.

A solenidade realizada na terça-feira (16) marcou homenagens a diretores, tutores, alunos que já passaram pela instituição e a atual diretoria. O prefeito Douglas Willkys, que também foi aluno do polo UAB, e o vice-prefeito e secretário municipal de Educação, José Vespasiano Cassemiro, o Professor Vespa, também foram homenageados com o recebimento de moção de aplausos.

O coordenador do Polo, Raimundo Robson Barbosa da Silva, fez uma explanação sobre o histórico da UAB, bem como a missão, a visão e os valores da instituição, regulamentada em 24 de maço de 2009. Ele lembrou que o ensino a distância, modalidade adotada pela UAB, permite a flexibilização do estudo, respeitando-se é claro os prazos e calendário estabelecidos pelas universidades.

O prefeito Douglas Willkys, que fez pós-graduação em Administração Pública Municipal (curso da Universidade de Viçosa), no polo da UAB de Timóteo, destacou que entre as suas metas está o fortalecimento do polo assegurando uma melhor estrutura para o seu pleno funcionamento e a ampliação do número de cursos.
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: falecomoeditor@diariodoaco.com.br

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO