Coleções em Diálogo’ no Centro Cultural Usiminas

Exposição será aberta nesta terça-feira (16) com palestra do curador da mostra

A exposição ‘Coleções em Diálogo’ chega ao Centro Cultural Usiminas, em Ipatinga, apresentando ao público coleções de arte dos acervos do Museu da Pampulha (Belo Horizonte), Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) e Usiminas, ampliando o acesso do público a importantes conteúdos de arte de acervos mineiros. É a primeira vez que relevantes obras de arte destes três acervos são reunidas numa mesma exposição e apresentadas ao público.

Lucas Galeno/Divulgação/ACS CCU


Pintura de Carlos Scliar
A mostra tem curadoria do professor Rodrigo Vivas e é composta por uma diversidade de movimentos, pensamentos e linguagens artísticas, uma rica oportunidade para se construir uma investigação dos acervos mineiros na arte brasileira e, também, para se rever a trajetória da arte em Minas Gerais, com obras de artistas como: Alvaro Apocalypse, Franz Weissmann, Yara Tupinambá, Marcos Coelho Benjamim, Manfredo Souzanetto, Maria Helena Andrés, Fernando Velloso e Marcelo AB, entre outros.

A pesquisa curatorial de Rodrigo Vivas criou aproximações entre os acervos do Museu da Pampulha, UFMG e Usiminas percebendo a vocação das obras como um campo de pesquisa. A exposição proporciona ao público a oportunidade de reflexão sobre a construção do pensamento artístico, bem como possibilita estreitar as relações entre a obra, o pensamento artístico e o público.

A diretora do Instituto Usiminas, Penélope Portugal, diz que é uma oportunidade única de imersão num acervo artístico riquíssimo. ‘A galeria do Centro Cultural Usiminas recebe obras e artistas relevantes para a identidade do estado de Minas Gerais e do país, sendo possível perceber como a arte marca gerações, propõe diálogos e se firma como ferramenta de reflexão e formação’, pontua.

Lucas Galeno/Divulgação/ACS CCU


Painel Barroco de Sara Ávila
A mostra será aberta nesta terça-feira (18), às 19h, com palestra de Rodrigo Vivas, e ficará em cartaz na Galeria Hideo Kobayashi, no Centro Cultural Usiminas, até 1º de junho, com visitação gratuita. O patrocínio é da Usiminas (Lei Federal de Incentivo à Cultura e Lei de Incentivo à Cultura de Minas Gerais), com apoio do Instituto Usiminas.

Educativo
Os visitantes vão contar com auxílio dos monitores da Ação Educativa do Instituto Usiminas nas visitas à exposição, que também tem áudio descrição e tradução em libras para atendimento às demandas especiais.

As visitas monitoradas estabelecem momentos de diálogo e de inserção das obras em contextos possíveis, e fornecem acesso e subsídios para que o público conheça e reflita sobre arte e o universo que a circunscreve. Agendamentos podem ser feitos pelo telefone (31) 3824-3731.

SERVIÇO:
‘Coleções em Diálogo’
Abertura terça-feira (16) - 19h
Bate papo com o curador Rodrigo Vivas
Mostra aberta até 1º de junho
Galeria Hideo Kobayashi - Centro Cultural Usiminas
Visitação: de terça a sábado, das 10 às 21h
Mais informações: (31) 3824-3731
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: falecomoeditor@diariodoaco.com.br

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO