Ipatinga não terá novos 'pardais', informa prefeito

"O que estamos promovendo nesse momento é um processo licitatório para instalação de controle de avanços de sinais vermelhos e proteção de faixas de pedestres", diz Nardyello Rocha

Secom-PMI


Administração municipal pretende implantar controles de avanços de sinais pela cidade

O prefeito de Ipatinga, Nardyello Rocha, detalhou nesta segunda-feira (15), os objetivos do pregão presencial lançado pelo governo municipal por meio do edital 0019/2019, publicado na sexta-feira (12), com previsão de implantação de equipamentos de segurança eletrônica no trânsito dentro dos próximos meses.

'Que fique bem claro para a população que o tempo da indústria das multas na nossa cidade está definitivamente sepultado. O que estamos promovendo nesse momento é um processo licitatório para instalação de controle de avanços de sinais vermelhos e proteção de faixas de pedestres, além de portais para videomonitoramento das entradas e saídas da cidade, visando identificar veículos roubados, clonados ou envolvidos em algum tipo de delito, tudo isso em benefício da coletividade', detalhou o prefeito.

'É importante que se diga - acrescentou o prefeito - que os únicos radares hoje existentes na cidade estão nas BRs e são controlados pelo DNIT - Departamento Nacional de Infraestrutura de Trânsito, não pelo município'.

Ainda conforme Nardyello, 'a implantação de novos 'pardais' está completamente descartada, até porque, é bom recordar, quando vereador, fui um dos principais combatentes dessas engenhocas criadas para tirar dinheiro fácil da população, inclusive impetrando várias ações judiciais contra elas. Lembro-me que, somente do Horto até o Centro, havia uns dez 'pardais', muitos escondidos atrás de árvores, fazendo com que até mesmo os visitantes de nossa cidade levassem uma péssima imagem daqui", recordou.

Avaliação de Conselhos

O prefeito ainda assegurou que "mesmo sabendo que existe um consenso na sociedade quanto à necessidade de inibir os avanços de sinais, sobretudo para proteger a parte mais frágil no tráfego, que são os pedestres, antes de serem implantadas as medidas serão submetidas à aprovação dos Conselhos Municipais de Trânsito e da Cidade". Ele ainda informou que, recebido o aval dos membros destes dois conselhos, os locais definidos para as intervenções serão informados com antecedência e devidamente sinalizados.

Conforme a administração de Ipatinga, os cruzamentos a serem servidos pelos equipamentos de controle de avanço são pontos críticos apontados por estatísticas de acidentes apuradas junto à Polícia Militar. A abertura das propostas para o pregão presencial está marcada para o próximo dia 24.

Comentários

Pedrin Perito 16 de Abril, 2019 | 10:57
Aí eu te pergunto: Durante a madrugada,pós meia noite os semaforos serão "desligados" junto com os "avanços"? Eu num paro naquele trecho de BR proximo ao centro de jeito nenhum depois da meia noite..Risco danado.Igual BH!
Nilson Costa Thiersch 16 de Abril, 2019 | 09:11
Muito bom. Tem que multar avanço de sinal. Principalmente motociclistas que arrancam de acordo com sinal pedestre.
Ss 15 de Abril, 2019 | 17:45
Está de parabéns essa iniciativa da administração, hoje o motoristas de Ipatinga assim que o sinal do pedestre pisca no vermelho os motoristas já arrancam seus veículos sem o sinal deles ficarem verdes.
Juca 15 de Abril, 2019 | 17:23
Nada vai adiantar se nao gerar multas para as motos porque sao as motos que mais avanca sinal.
Barrabas 15 de Abril, 2019 | 17:21
Desde que estes avancos de sinais nao gere multa mesmo que voce nao avance sinal.
Boneca 15 de Abril, 2019 | 17:05
O vereador novinho deve ta com a cara no buraco ne? Porque tava postando que era radar kkkkkkkkkkkkkkkk

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO