Cenibra premia fornecedores

Evento no Centro Cultural Usiminas destacou os parceiros selecionados

No início de abril, a Cenibra realizou no Centro Cultural Usiminas, em Ipatinga, a solenidade anual de premiação dos fornecedores que se destacaram no último período. Ao todo, foram 14 empresas agraciadas, tanto do processo florestal quanto industrial, em diversas categorias de prestação de serviços.

O prêmio foi entregue pelo diretor-presidente, Naohiro Doi, e o gerente do departamento de Suprimentos, Cyrino Palhares. Dentre os requisitos verificados estiveram: segurança, saúde ocupacional, qualidade, meio ambiente, recursos humanos, aspectos operacionais e recursos materiais.

ACS Cenibra


Grupo de premiados reunidos no Centro Cultural Usiminas
Ao promover anualmente esta premiação, a Cenibra reforça que o fornecedor é um parceiro estratégico para o desenvolvimento.

As empresas fornecedoras contempladas foram:

CMK Global Service Equipamentos Industriais; Sindus Andritz; GR Serviços e Alimentação; José Geraldo Lage – Arboris; GMR Transportes; Empresa Brasileira de Terraplenagem (Embraterr); NPC Polo Indústria Comércio e Manutenção; Morlan; Dinagro Agropecuária; Tambasa - Tecidos e Armarinhos Miguel Bartolomeu; Capotaria São Francisco; JSL; Emerson Luiz de Magalhães; Lima Logística e Transportes.

A Cenibra tem uma ampla e diversificada base de fornecedores, que inclui de pequenos produtores rurais a empresas de grande porte, nacionais e multinacionais.

Essa base é dividida entre fornecedores de materiais e equipamentos, insumos e produtos químicos, gás e energia, prestadores de serviços e logística. As negociações e contratações respeitam critérios de avaliação, seleção e qualificação com relação aos fornecedores estratégicos na cadeia de suprimentos.

Cerca de 60% do valor gasto com contratações de fornecedores são com empresas de Minas Gerais. É uma prática constante da Cenibra a valorização de empresas que estejam em sua área de atuação, pois entende que esta é uma forma eficaz de promover o desenvolvimento das comunidades ali inseridas.

A Cenibra busca construir relacionamentos de qualidade, pautados na ética e parceria de longo prazo com seus fornecedores. Assim, incentiva as empresas com as quais trabalha a praticar a sustentabilidade e a disseminar informações e conhecimentos entre aqueles que integram sua cadeia de valor.

Os procedimentos de contratações e compras fazem parte do sistema de qualidade da empresa, e as práticas são detalhadas nesses procedimentos. Qualquer empresa que adote requisitos de qualidade de produtos ou serviços, que atenda aos critérios de cadastramento e cultue valores semelhantes aos da Cenibra é um potencial fornecedor.

A Cenibra é certificada na ISO 9001, ISO 14001 e FSC/Cerflor e os padrões das certificações especificam questões trabalhistas e de segurança e saúde ocupacional.

Tais princípios e critérios são referência para as auditorias anuais de manutenção dos certificados, e aspectos relacionados à questão são alvo de verificação quanto ao seu atendimento pela empresa.

Divulgação/ACS Cenibra


O presidente Naohiro Doi (à direita) entregou a premiação
Com o objetivo de desenvolver e qualificar seus fornecedores, a Cenibra estabelece medidas que regularizam o processo, de forma a minimizar custos, aumentar a confiança dos usuários, melhorar a qualidade e a segurança e reduzir os riscos de atendimento inadequado.

Dentre essas medidas, destaca-se a qualificação de fornecedores, cujo objetivo é evidenciar a conformidade do fornecedor com os requisitos de qualidade exigidos pela Cenibra, abrangendo os aspectos legais, de regularidade fiscal, tributária e trabalhista, além de sua capacidade econômico-financeira e técnica.

O processo de qualificação visa habilitar a empresa fornecedora para participar de concorrências para contratos de prestação de serviços e fornecimento de materiais, e assegurar a sua permanência no cadastro vigente.

A qualificação é realizada tanto para novos fornecedores quanto para os já cadastrados. A Cenibra garante aos seus fornecedores o direito de livre associação e negociação coletiva, sempre com a postura de respeito e ética e de acordo com o estabelecido pelo Código de Conduta.

////

Valorização da natureza

A Educação Ambiental é um dos pilares de uma sociedade sustentável. A Cenibra promove ações para fomentar comportamentos responsáveis e estimular atitudes que visem o equilíbrio entre o desenvolvimento humano e a conservação dos recursos naturais.

Uma dessas iniciativas é o Projeto Escola de Vida, que desde 1996 gera frutos sustentáveis capacitando professores do 1º ao 5º ano das séries iniciais do Ensino Fundamental das escolas nos municípios de atuação da Cenibra. Formou 106 professores de Senhora do Porto e Santo Antônio do Itambé em 2018, e este ano vai atuar nas escolas de Catas Altas.

Com estratégias pedagógicas que propõem ações dinâmicas em sala de aula, as atividades abordam questões ambientais como a prevenção e o combate a incêndios florestais e a gestão de recursos hídricos. Professores e alunos realizam campanhas de educação ambiental, controle do lixo urbano, coleta seletiva e ecologia.

Até 2018, o projeto formou 2.502 professores, beneficiando 75.060 alunos. O projeto é desenvolvido juntamente com a Fundação Relictos em módulos com temas distintos, que são realizados ao longo do ano na forma de seminários.

////

Cenibra e a biodiversidade

As florestas nativas e seus serviços ecossistêmicos têm um alto valor e importância para a Cenibra, que investe na proteção do meio ambiente e no aperfeiçoamento contínuo do manejo florestal, focada na sustentabilidade. Foram identificadas 371 espécies de aves e 41 de mamíferos de médio e grande porte presentes nas áreas da Cenibra.

Desses totais, 25 espécies de aves e 12 de mamíferos constam em listas oficiais de espécies ameaçadas de extinção. Os estudos revelaram ainda uma composição de espécies predominantemente de hábito florestal, o que comprova a alta qualidade ambiental das áreas da empresa.

Recentemente, um veado-catingueiro foi encontrado nas áreas da empresa. Esta espécie é avistada desde o sul do México até o norte da Argentina. No Brasil, ocorre em todos os biomas.

Geralmente são animais diurnos e solitários que se alimentam de frutas, flores e folhas. A fêmea produz um filhote após uma gestação de aproximadamente sete meses. Em algumas áreas, esta espécie pode estar ameaçada pela caça, por doenças transmitidas por animais domésticos e a perda e destruição de habitat.
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: falecomoeditor@diariodoaco.com.br

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO