Cruzeiro e Atlético disputam primeira partida da final do Mineiro

Mandante do duelo, o clube celeste comunicou que a carga de mais 58.157 ingressos para a final do Estadual se esgotou

O Mineirão vai ter grande público para receber a primeira partida da decisão do Campeonato Mineiro neste domingo, às 16h, entre Cruzeiro e Atlético. Mandante do duelo, o clube celeste comunicou que a carga de mais 58.157 ingressos para a final do Estadual se esgotou.

Os bilhetes ainda disponíveis no sábado estavam com o Atlético, que comprou 5.800 entradas, mas vendeu somente duas mil, enquanto ingressos de camarote e tribuna são da Minas Arena, administradora do Mineirão.

Vinnicius Silva


Escalação do Cruzeiro deverá ser divulgada momentos antes do clássico

Mistério na escalação

Antes do início dos treinamentos na sexta-feira, o técnico Mano Menezes fez mistério em relação ao time que entra em campo hoje. "Todos estão bem. Escolha vai ser técnica. Já fizemos todas avaliações, mesmo aqueles com seis jogos, quase invariavelmente não completaram os 90 minutos. Todos vão estar à disposição", falou o comandante.
Mano disse ainda que a equipe titular só será divulgada momentos antes do clássico. "Vamos confirmar a equipe 1h15 antes do jogo. É a linha que temos. Vamos colocar os jogadores, sabemos que os jogadores tem que ser fortes. Por isso a gente roda, escolhe uns e outros, mas esse é um jogo que ninguém está mal".

Embora o adversário viva uma crise neste momento, após vexame na Libertadores e a demissão do técnico, Mano descarta que isso dê favoritismo ao Cruzeiro. "O que coloca um time mais ou menos favorito foi o que foi feito até agora. Mas o que foi feito agora não vai jogar, nem entra em campo. Quem já é experiente, e já tem treinador que passou por situações como essa, pode elencar 100 situações como favorito e perdeu. O Atlético tem a melhor campanha, por um momento pode achar que o Cruzeiro está melhor, por outro não. Não tem valor. Isso é para o torcedor. Será um jogo grande como são os jogos de final de Cruzeiro e Atlético".

Bruno Cantini


Após semana conturbada, Atlético treina para conseguir bom resultado no Mineirão

Crise pré-clássico

Após ser goleado pelo Cerro Porteño no meio de semana, ver reduzida suas chances de se classificar na Copa Libertadores, ter trocado o diretor de futebol, ter o técnico Levir Culpi demitido e ainda não ter contratado um novo treinador, o Atlético chega à final com a responsabilidade de apaziguar os ânimos, tanto da equipe quanto da torcida.

Em um momento de incertezas, o novo diretor de futebol, Rui Costa, garantiu que a equipe será comandada por Rodrigo Santana nos dois jogos da final da Estadual. Técnico do time Sub-20 do Galo, Santana terá a missão de fazer a equipe dar a resposta em campo. "Não seria prudente estabelecer um prazo para nos colocar em mais um cenário de cobrança. Está claro que quem vai comandar o Atlético nos dois jogos da final é o nosso treinador (Rodrigo Santana). Mas, mesmo que seja um treinador contratado na próxima semana, o Rodrigo continua como nosso treinador", disse Rui Costa, em sua apresentação na Cidade do Galo.

Embora o Atlético já esteja no mercado em busca de um treinador tarimbado, o diretor de futebol não descarta a possibilidade de efetivar Santana do cargo. "Se até lá no fim do Estadual, concluído o campeonato com volta olímpica nossa, nada impede que ele continue nosso treinador", apontou Rui.
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: falecomoeditor@diariodoaco.com.br

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO