Adicionar a grupos agora só com autorização do usuário

Nova regra do WhatsApp impõe barreiras para adicionar usuários a grupos


João Olavo, de 52 anos, foi tomado pela surpresa, ao abrir o aplicativo de seu celular na manhã de quarta-feira (3). No topo da lista de mensagens havia três novos grupos no seu whatsapp: 'Ferro velho do Lalado', 'As mais top do Brazil' e 'Notícias quentes e pipocantes'.

João nunca foi a um ferro velho, não procura as gatas top no celular e nem está interessando em um grupo de notícias quentes e pipocantes. Como esses grupos foram parar no seu telefone? Alguém se achou no direito de adicionar o número de João aos grupos. Mas isso acabou.

A história fictícia do João, certamente é conhecida da maioria dos usuários do Whatsapp, aplicativo de mensagens instantâneas. De hora para outra a pessoa se vê adicionada a grupos, não se sabe às vezes, por quem nem tampouco por que.

A tormenta dos usuários do aplicativo acabou a partir de hoje, quando o whatsApp anuncia novas regras de privacidade para que o usuário possa ser adicionado em grupos, novos ou já existentes. As mudanças começam a valer em atualizações para Android e iOS.

As novas configurações possibilitam ao usuário escolher que tipo de contato pode ou não adicioná-lo aos grupos.
Entretanto, para ativar, é necessário seguir alguns passos. Conforme divulgado pela empresa, o usuário precisa ir no campo "Configurações" no aplicativo, depois em "Conta > Privacidade > Grupos" e selecionar uma das três opções: "Ninguém", "Meus contatos", ou "todos".

"Ninguém" significa que o usuário do aplicativo terá que aprovar a entrada em cada grupo para o qual for convidado, e "Meus contatos" significa que somente usuários da sua lista de contatos poderão adicionar você a um grupo.
Nesses casos, será solicitado que a pessoa que convidar você a um grupo envie um convite privado em uma conversa privada. O usuário terá três dias para aceitar o convite antes que ele expire.

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO