Obra da MG-760 ainda sem previsão de retorno

A estrada, que liga os municípios de Marliéria e São José do Goiabal, possui 57 quilômetros de extensão

Alex Ferreira


Trecho da MG-760, nas proximidades da portaria do Parque Estadual do Rio Doce, em Marliéria
Atualizado às 11h37
As obras de pavimentação da estrada MG-760 estão paralisadas há mais de 130 dias. No fim de outubro de 2018, as máquinas pararam sem a previsão de retomada do serviço. Na época, o Departamento de Edificações e Estradas de Rodagens (DEER) alegou que a suspensão seria em detrimento ao período chuvoso. Contudo, até o momento, o novo Governo de Minas Gerais não manifestou quando serão reiniciadas as atividades.

A estrada, que liga os municípios de Marliéria e São José do Goiabal, possui 57 quilômetros de extensão. Desde a assinatura da ordem de serviço, em julho de 2017, até o momento, apenas sete quilômetros foram asfaltados. O trecho asfaltado abrange de Cava Grande a Santo Antônio da Mata. A terraplanagem foi feita até o trevo da comunidade rural do Córrego dos Antunes.

De acordo com a licitação, vencida pela Tamasa Engenharia Ltda., o prazo de execução da obra era de 784 dias, ou seja, o término da pavimentação deveria ser até o dia 18 de setembro. Conforme uma placa afixada em Cava Grande, as obras de pavimentação e melhorias da MG-760 tem orçamento de R$ 110.930.599,83, custeado com recursos estaduais.

Articulação política

O deputado estadual Celinho do Sinttrocel (PCdoB) afirmou que os representantes do Vale do Aço na Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG) estão em articulação para agilizar o recomeço da pavimentação da MG-760 e de outras obras.

"Já tratamos este assunto com quatro setores do governo. Conversamos com o vice-governador, Paulo Brant, e explicamos a ele a importância e prioridade da MG-760. Também tivemos audiências nas secretarias de Governo, Infraestrutura e Mobilidade e com o novo diretor do DEER, Fabrício Torres Sampaio. Com todos fizemos vários apelos e afirmamos que estamos considerando que a obra está suspensa. Nós não admitiríamos a paralisação definitiva da pavimentação", ressalta o parlamentar.

Segundo Celinho, uma audiência pública será realizada para discutir a necessidade de conclusão da obra. “Tanto o diretor do DEER, quanto o secretário de Infraestrutura, Marco Aurélio Barcelos, prometeram que a pavimentação da MG-760 é prioridade no governo. Mas para ganharmos mais força política iremos realizar uma audiência pública na ALMG, com a presença de lideranças políticas e representantes de classe do Vale do Aço. Ainda não temos uma data marcada, mas será em breve”, pontua.

Governo afirma que foram executados somente 15% do orçamento previsto

Em resposta ao Diário do Aço, o DEER informou que todas as obras que estavam em andamento no ano de 2018, como é o caso da MG-760, estão paralisadas."Tendo em vista a atual situação financeira do Estado, ainda não há previsão para reinício dos trabalhos", destaca.

Conforme o governo, no momento o DEER/MG analisa a situação de todas as obras sob a sua responsabilidade, que não foram concluídas pelos governos anteriores. Após concluir o levantamento, serão avaliadas as possibilidades de retomar as intervenções, priorizando as mais urgentes.

O total do empreendimento está estimado em R$ 135 milhões e conforme o governo de Minas, "já foram executados aproximadamente 15% da obra, ou seja, ainda são necessários investimentos da ordem de R$ 115 milhões", conclui a nota.

Comentários

Ivan Claudio Nunes 11 de Maio, 2019 | 20:20
784 dias eles podem voltar dia 18 de setembro não culpem as eleições por isso tem nada haver com eleições
Pedro Magalhães 22 de Março, 2019 | 09:58
Nós eleitores somos os maiores culpados desta situação, insistimos em reeleger pessoas que fazem do cargo político carreira, não devemos reeleger ninguém, só assim os políticos vão entender que o povo necessita de pessoas comprometidas com as necessidades de cada região.
Wanderson Oliveira 21 de Março, 2019 | 21:56
Eu não sou trouxa sabia que era obra era para arrancar votos . Bandos de pilantras políticos. Daqui 4 anos eles aparecem.
Kely Viana 21 de Março, 2019 | 07:16
Daqui a 4 anos eles asfaltam mais uns 5km, palhaçada, só campanha política mesmo! ??
Joao Larica 20 de Março, 2019 | 16:03
Quem caiu no conto da Corochinha do Deputado. daqui a 4 anos será a mesma pauta de campanha.

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO