Polo de instalação de tornozeleira eletrônica começa a operar em Açucena

A expansão da monitoração eletrônica depende do alvará expedido pelo Poder Judiciário

Divulgação


Política de expansão da monitoração eletrônica como alternativa ao encarceramento chega ao Vale do Aço

O quinto polo de instalação de tornozeleiras eletrônicas de Minas Gerais entrou em operação para atender a região do Vale do Aço. O processo de instalação das primeiras unidades eletrônicas da região foram realizadas ao longo desta semana. As primeiras dez tornozeleiras eletrônicas estão sendo instaladas em presos que cumprem pena no Presídio de Açucena, no Colar Metropolitano do Vale do Aço. Esse é o quinto polo do interior do estado.

Um servidor do Presídio de Governador Valadares – unidade prisional que será ponto de referência para a instalação das tornozeleiras na região – foi até Açucena para efetuar as instalações. Ele foi treinado pela equipe da Unidade de Gestão de Monitoração Eletrônica (UGME), que fica localizada na capital, e que é responsável pela monitoração de todos os indivíduos que usam tornozeleira em Minas.

Monitoramento

Atualmente 1.781 pessoas são monitoradas em Minas Gerais. Boa parte destes indivíduos está na capital e Região Metropolitana. Com a operação do quinto polo, já são 156 monitorados nos interiores e a cidade com o maior número de pessoas usando tornozeleiras fora do contexto da capital é Uberlândia, com 67 monitorados. Em toda Minas Gerais, a Região Metropolitana de Belo Horizonte é a que mais aplica a monitoração eletrônica. Ao todo, são 1.625 monitorados.

Conforme o governo do estado, a saída de um preso de uma unidade prisional e o seu acautelamento realizado por meio de monitoração representa economia de recursos aplicados em alimentação, serviços de saúde, pagamento de servidores, ensino, escoltas, entre outros. A expansão da monitoração eletrônica depende do alvará expedido pelo Poder Judiciário. A expectativa é que, com o crescente apoio das comarcas locais, o número de monitorados aumente significativamente nos próximos meses.

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO