Ipatinga troca meio time para tentar vencer a primeira

O objetivo é fazer com que a equipe tenha mais equilíbrio entre todos os setores

Wôlmer Ezequiel


O meia Aldair é uma das esperanças de bom rendimento no meio campo do Tigre contra o Coimbra

Depois de mais um insucesso dentro de campo na derrota de 2 a 1 para o Uberaba, o técnico do Ipatinga Gérson Evaristo mudou mais de meio time para o confronto deste sábado, 16h, na Arena do Jacaré, em Sete Lagoas, contra o Coimbra, uma das equipes que está no G-4 do Módulo B do Campeonato Mineiro. O objetivo é fazer com que a equipe tenha mais equilíbrio entre todos os setores, possa ser mais eficiente no ataque (é um dos piores da competição) e assim consiga, finalmente, a primeira vitória nesta sexta rodada.

Embora haja um discurso interno de que o clube pode ainda chegar entre os semifinalistas – teria que vencer quatro e empatar um dos cinco jogos que lhe restam -, a meta inicial é conseguir vencer, para tirar uma espécie de “peso” e o clube deixar de rondar a zona de rebaixamento. Dos onze que ainda estão na disputa, cairá somente um, de vez que o Tricordiano desistiu antes da primeira rodada e foi automaticamente rebaixado, assim todos os times são declarados vencedores nos confrontos contra ele por 3 a 0 e somem três pontos. Além do Ipatinga, estão em situação ruim de pontuação os Democratas de Governador Valadares e de Sete Lagoas.

Mudanças

A delegação viajou para Sete Lagoas às 8 h da manhã desta sexta-feira e está hospedada em um hotel daquela cidade. Viajaram 21 jogadores, mais dirigentes e a comissão técnica. A avaliação é que a semana de treinamentos foi proveitosa, com modificações em campo e muitas conversas nos bastidores para criar um novo ânimo, segundo a diretoria.

Uma das novidades será o volante Noé atuando de zagueiro, ele que vinha sendo criticado pela lentidão na posição original. Foram contratados esta semana mais três jogadores: o atacante Fabinho, 32 anos, jogador rodado, que estava no América-RN, que já atuou pelo Cruzeiro, Chapecoense, Criciúma, dentre outros; o volante Diego, 23 anos, formado na base do Santos, que estava no Tupi; e o meia Andrey, 23 anos, que veio do futebol croata. Eles se juntaram ao atacante Vitinho e ao zagueiro Gustavo Rissi, que haviam chegado na semana anterior.

Desses, o meia Andrey, por ser transferência internacional, ainda não tem condições de atuar. Na formação tática, o time deixa de ter um ataque de referência, que era Otacílio, e fica com um trio de velocidade e em movimentação – Fabinho, Marcelo e Laércio.

Coimbra

Um dos destaques desta divisão, o Coimbra é um dos clubes mais estruturados do interior. Bancado pelo braço esportivo do grupo econômico do Banco BMG, subiu de divisão ano passado e busca o acesso à elite este ano. Tem fortes ligações com o Atlético. Seu treinador é Diego Giacomini, que trabalhou vários anos no Galo. Possui como destaques o goleiro Glaycon, ex-América, veterano zagueiro Carciano, os meias Igor e Thalis, da base do Atlético, o volante Kauê, que atuou no Ipatinga em 2017, além da velocidade dos dois Brunos atacantes, um Menezes e outro Gonçalves.

FICHA TÉCNICA

Coimbra x Ipatinga
Motivo: 6ª rodada Módulo B
Local: Arena do Jacaré
Horário: 16h
Coimbra: Glaycon, Vitor Hugo, Diogo, Carciano e Thiago; Kauê, Lucas, Igor e Thallis; Bruno Menezes e Bruno Gonçalves. Técnico – Diego Giacomini.
Ipatinga: Elisson, Leo Fernandes (Breno), Gustavo Rissi, Noé e Luan; Diego, Tiago Etgis e Aldair; Fabinho, Marcelo e Laércio. Técnico – Gérson Evaristo.
Árbitro: Antônio Fernandes da Costa; auxiliares – Emílio Junio Nascimento Santos e Riane Clementino Neto.

O capitão Mauro Viana tinha atuações contestadas pela sua lentidão, mas ganhou contrato em time do Módulo A


"Barca" passou no Tigre e levou até o capitão

O Ipatinga viveu mais uma semana de muita movimentação de bastidores. Com o mau resultado em Uberaba e o consequente baixo rendimento individual de diversos jogadores, a comissão técnica, em comum acordo com a diretoria de futebol, decidiu desligar diversos jogadores do elenco, contratando outros.

E nos desligamentos acabou indo embora até mesmo o até então capitão do time, o veterano Mauro Viana, 35 anos, que assim que deixou o clube assinou contrato com a Patrocinense, clube pelo qual já estreia neste sábado contra o Boa Esporte. Com ele teve o contrato rescindido o seu companheiro de zaga, Aldo.

O centroavante Otacílio, que fez três jogos e não marcou um gol sequer, pediu para ir embora alegando problemas familiares e também foi liberado. O goleiro reserva João Paulo, com percentual de gordura alto, segundo a comissão técnica, igualmente teve seu contrato rescindido e retornou ao interior de São Paulo. Neste fim de semana, está sendo liberado o centroavante Rafamar, que se contundiu no primeiro jogo (derrota para o Nacional de Muriaé por 3 a 2) e não conseguiu recuperar-se a tempo de servir o time durante o Módulo B.

Pelas declarações da diretoria, não deverá chegar mais nenhum jogador para o restante da campanha. Os dirigentes apostam na recuperação técnica dentro de campo com bons resultados, a partir do confronto contra o Coimbra.

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO