Prepare o bolso: Netflix fica mais cara

Plataforma eleva preços no Brasil de 10,05% e 21,10% e reajuste já entrou em vigor

DA


Reajuste na tarifa já vale para novos assinantes, os antigos serão notificados

A plataforma de streaming de vídeos, Netflix anuncia aumento na mensalidade para seus assinantes no Brasil. E a tarifa vai subir muito, se comparada com os índices de inflação. Os assinantes vão pagar entre 10,05% e 21,10% mais pelo serviço de entrega de filmes sob demanda.

Para os atuais assinantes, a próxima cobrança nos cartões de crédito já virá com os reajustes, mediante notificação. Confira na tabela, mais embaixo, quanto você vai pagar.

Já, para novos membros, os preços passam a valer imediatamente. Para as pessoas já assinantes, haverá uma notificação, no aplicativo e via email. Somente depois da notificação é que os novos valores passarão a valer, avisa a empresa.

A justificativa é que esse é o primeiro aumento nos serviços da plataforma no Brasil, em dois anos e ‘permitirá novos investimentos e experiências para os usuários’. O reajuste anterior foi em 2017, para a mudança dos planos Padrão e Premium. O plano básico ficou sem reajuste.

Nos Estados Unidos a Netflix também já ajustou seus preços, em janeiro, entre 13% e 18%. O plano mais barato nos EUA custa US$ 12,99 (o equivalente hoje a R$ 49,88)


Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: falecomoeditor@diariodoaco.com.br

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO