Obras na Creche do Barra Alegre são retomadas

Conforme a administração de Ipatinga, a obra está orçada em mais de R$ 2 milhões

Secom-PMI


Centro Municipal de Educação Infantil vai assegurar vagas para mais de 800 crianças de zero a cinco anos no próximo ano

A assinatura da autorização para retomada das obras de construção do Centro Municipal de Educação Infantil do distrito de Barra Alegre (CMEI), em Ipatinga, foi realizada na manhã desta quinta-feira (14). A execução do projeto, iniciada em julho de 2017, foi interrompida em função de problemas com a construtora responsável. A previsão é de que as novas instalações sejam entregues à comunidade em março do próximo ano, mesmo prazo para a conclusão do CMEI que beneficia moradores dos bairros Ideal, Esperança e Bom Jardim e cujas obras foram retomadas no início da semana.

Conforme a administração de Ipatinga, a obra está orçada em mais de R$ 2 milhões, sendo que pouco mais de R$ 1 milhão são provenientes de termo celebrado com o Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) e R$ 1,3 milhão saem do caixa do município.

Diante de problemas com a empreiteira contratada anteriormente, que comprometeram a continuidade da construção, ainda no fim de 2018 a atual gestão abriu processo de licitação para retomar o serviço. A vencedora é a Século Engenharia, que também é responsável pelas obras do CMEI no bairro Ideal.

Na assinatura simbólica do documento, nesta quinta, estavam presentes o prefeito Nardyello Rocha, o secretário municipal de Obras, José Maria Ferreira, a secretária de Educação, Eva Sônia Rodrigues Silva, além do vereador Vanderson da Autotrans.

O novo CMEI levará o nome de João Batista Dornelles, ex-vereador por vários mandatos e falecido aos 62 anos, em 2017. De família pioneira no município, Dorneles tinha a região do Limoeiro, Barra Alegre, Vila Formosa e zona rural de Ipatinga como sua principal base eleitoral.

Prioridade

As duas novas creches em edificação se traduzirão em mais de 800 novas vagas na Educação Infantil, para atendimento a crianças na faixa etária de 0 a 5 anos.

“A construção desses CMEI’s também tem investimento de recursos próprios, mesmo com todas as dificuldades financeiras que o município vem enfrentando devido a uma dívida do estado, acima de R$ 100 milhões, que representa um rombo enorme em nosso orçamento”, declarou Nardyello Rocha.

Estruturas modernas

A administração municipal informou que, assim como no bairro Ideal, o CMEI de Barra Alegre segue um projeto padrão do FNDE – Proinfância Tipo 1 –, no âmbito do Programa Nacional de Reestruturação e Aquisição de Equipamentos para a Rede Escolar Pública de Educação Infantil. A capacidade de atendimento é para até 376 crianças, em dois turnos (matutino e vespertino), ou 188 crianças em período integral, em uma área de 2.400m².

As instalações são distribuídas em dois blocos distintos, interligados por um pátio coberto. Na área externa haverá playground, jardins, o chamado castelo d’água (moderna caixa d'água tubular padrão definida pela FDE - Fundação para o Desenvolvimento da Educação para atender escolas públicas) e estacionamento.

As novas creches terão oito salas de aulas, todas com espaço de solário (área aberta anexa às salas de aulas onde as crianças brincam ao ar livre e tomam sol), sala multiuso, ateliê, refeitório, cozinha com amplo espaço de armazenamento e lavanderias.

Além das salas de secretaria, direção e almoxarifado, os novos CMEI’s também contam com um lactário, onde é feita a higienização, preparo de alimentos e lavagem de utensílios dos bebês.
O Centro de Educação Infantil também terá banheiro individualizado nas salas de aulas a serem ocupadas pelos alunos do Berçário, Maternal I e II.

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO