Beleza sem exageros

Bom sendo é fundamental para a obtenção de bons resultados de saúde e beleza

GB Imagem


Malhar faz bem para a saúde e beleza do corpo. O ideal é aliar exercícios e alimentação equilibrada
Apesar de todos saberem que se deve amar o próprio corpo do jeito que ele é, quando se fala em “beleza” o que se considera em primeiro lugar é o peso, ou seja, mulheres e homens só são considerados bonitos e na moda se forem magros, se têm bumbum durinho ou barriga de “tanquinho” ou se as rugas forem apenas “de expressão”.

Assim, algumas pessoas buscam este padrão de beleza e pensam em emagrecer a qualquer preço, deixando a saúde em segundo plano. É comum ver pessoas “se matando” na malhação, que sobem na esteira e ficam de olho nas calorias perdidas a cada passada, sem prestar atenção se o impacto não faz mal às articulações dos joelhos ou músculos; alimentam-se de tudo o que a mídia oferece para emagrecer sem avaliar a composição de determinados produtos e o quanto isto pode fazer mal para o organismo.

GB Imagem


Os exercícios físicos devem ser orientados por um profissional especializado e em ambiente adequado
Na busca do corpo e saúde perfeitos, muitos dedicam parte de seus dias e semanas em academias e clubes a treinar até a exaustão. Especialistas em nutrição explicam que a alimentação moderna leva o ser humano a prejudicar o próprio corpo e a saúde. As pessoas decidem emagrecer e o fazem da forma errada, cortando alimentos indispensáveis para o equilíbrio do corpo. O mesmo faz quem deseja se alimentar melhor e, por conta própria, define o próprio cardápio, muitas vezes inadequado para seu estilo de vida.

A alimentação equilibrada deve ter elementos que previnam deficiências nutricionais, tais como o licopeno (cenoura, mamão, manga e couve), as fibras (frutas, legumes, verduras e aveia); o flavonoide (sucos naturais de uva, morango e ameixa ou repolho); isoflavona (soja em grão); além dos peixes, ricos em ácidos graxos e Ômega 3.
Para trabalhar de forma adequada, o corpo necessita dos macro (proteínas, carboidratos e gorduras) e micro nutrientes (vitaminas e sais minerais). Com a reeducação alimentar aprendemos a comer de tudo sem exageros, de forma equilibrada, com alimentos que garantam boa nutrição, respeitando a individualidade de cada pessoa.

A prática de exercícios físicos regulares e modificações do estilo de vida, como tabagismo, etilismo e sedentarismo, evitam problemas de saúde e contribuem para alcançar os resultados esperados. Ficou confuso? Não sabe por onde começar a montar o seu prato? Consulte um médico nutricionista e depois vá a uma academia e converse com um profissional, que vai te orientar e ajudar a sair do sedentarismo.
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: falecomoeditor@diariodoaco.com.br

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO