Ipatinga estreia com derrota no Módulo B

Nacional de Muriaé venceu o Tigre por 3 a 2 no Ipatingão

Wôlmer Ezequiel


O atacante Mateus Jorge e seus companheiros comemoram o segundo gol do Nacional, equipe melhor durante todo jogo

Decepcionante a estreia do Ipatinga no Módulo B do Mineiro, na tarde deste sábado, no Ipatingão. Foi derrotado por 3 a 2 pelo Nacional de Muriaé e, pior, sem motivos para reclamar, pois o adversário foi mais postado em campo, equilibrado em todos os setores o jogo inteiro.

O ritmo da partida foi prejudicado pelo forte calor em Ipatinga durante todo o sábado. O Tigre voltará a campo no dia 18, segunda-feira, em Governador Valadares, contra o Democrata.

Homenagem

Os jogadores do Ipatinga entraram em campo com um cartaz “Força Flamengo”, em homenagem às vítimas do incêndio no CT do clube carioca, que matou 10 jogadores das categorias de base na sexta-feira (8).

Nacional na frente

O 1º tempo foi disputado sob forte calor, razão pela qual o jogo transcorreu num ritmo mais lento. Entretanto, o Nacional foi superior desde o início e acabou em vantagem de 1 a 0.

O Ipatinga demonstrou desentrosamento e nervosismo de alguns jogadores. Suas chances só foram criadas em cobranças de córneres; numa deles o zagueiro Mauro Viana completou de cabeça e acertou a trave esquerda de Leo Flores.

O Nacional em momento algum perdeu a concentração e manteve maior posse de bola, inicialmente sem criar grandes chances. O quadro se alterou a partir dos 40 minutos, quando os visitantes encontraram mais espaços entre a zaga e os volantes do Tigre. Uma chance foi criada em contra-ataque aos 42 minutos, concluída para fora. Aos 44, Élisson fez a defesa numa cabeçada de Wagner Júnior.

O castigo ao Tigre e justiça ao Nacional veio nos acréscimos, aos 49 minutos, quando Lucas Sales arrancou pela esquerda e cruzou para a área, encontrando Igor Salles sozinho para fazer 1 a 0 Nacional.

O Tigre, cujo meio-campo e ataque não funcionaram, embora tivesse quatro córneres a seu favor, ainda perdeu o centroavante Rafamar por contusão, aos 35.

Wôlmer Ezequiel


O Ipatinga chegou a comemorar o empate em duas oportunidades, mas não segurou o placar

2º tempo

Na segunda etapa o quadro não se alterou, em jogo disputado sob alta temperatura. O Nacional manteve o equilíbrio e jogou com a paciência necessária para garantir a vitória fora de casa, embora o Ipatinga tenha esboçado alguma reação ao empatar o jogo em duas oportunidades.

Aos 11, o Tigre chegou ao primeiro empate, numa bela jogada de Levi pela esquerda, completada por Luan: 1 a 1.
Aos 15, cochilo de dois dos mais experientes do Tigre, Élisson e Mauro Viana, chegando Mateus Jorge e fazendo Nacional 2 a 1.

Aos 18, por troca de empurrões, o mesmo Mateus Jorge, que entrara minutos antes, foi expulso juntamente com o volante ipatinguense Noé.

Aos 37, mesmo desorganizado e na base do empenho dos jogadores, o Ipatinga chegou a novo empate. Numa disputa de bola na área, a bola sobrou para Erick: 2 a 2.

Mas a ducha de água fria ao Tigre, porém fazendo justiça ao time mais organizado taticamente veio aos 42, quando o Nacional fez o terceiro gol, numa bela finalização de fora da área de Júnior Turque, que entrara minutos antes.

O Ipatinga se lançou ao ataque, mas sem sucesso, pela falta de inspiração de seus jogadores e desorganização tática em campo. Acabou quase tomando o quarto gol.

Final, Nacional, com méritos, 3 a 2.

Outros resultados da rodada: Athletic 2 x 1 Democrata-GV, Coimbra 1 x 0 Uberlândia, CAP Uberlândia 0 x 1 América-TO.

Projeto Torcida Limpa marca presença no Ipatingão

O retorno do Tigre aos gramados em 2019 também foi marcado pela volta do projeto Torcida Limpa, fruto da parceria da Nippon Steel & Sumitomo Metal Corporation com o Ipatinga Futebol Clube. Durante a partida deste sábado, no Ipatingão, contra o Nacional de Muriaé, pela primeira rodada do Campeonato Mineiro Módulo B, os torcedores voltaram a dar bom exemplo recolhendo o lixo da arquibancada após o jogo.

A proposta começou no ano passado e, devido ao sucesso, retornou neste ano com grande adesão da torcida do Tigre, que de um exemplo de educação e cidadania nas arquibancadas.

O presidente da Nipon Steel para o Brasil, Yuichi Akiyama, esteve no Ipatingão na estreia do Tigre e reforçou a importância de seguir com o projeto na cidade. “Manter os locais sempre limpos é um costume japonês, e o que tentamos fazer é trazer este costume para o Brasil”, declarou o presidente. “O Torcida Limpa vai funcionar em todos os jogos do clube no Ipatingão”, adiantou.

Na primeira edição do projeto, foram distribuídas cerca de 8.500 sacolas plásticas para que cada torcedor pudesse recolher o seu lixo ao final das partidas. Ao longo de quatro jogos realizados no Ipatingão em 2018, os participantes ajudaram a coletar mais de 40 quilos de lixo. E a expectativa é que o sucesso do projeto continue em 2019.

PRÊMIO

O projeto Torcida Limpa IFC deu tão certo que será reconhecido com o Prêmio Fair Play no 18º Troféu Telê Santana. A cerimônia de premiação será realizada nesta segunda-feira (11), em Belo Horizonte. Para o presidente do Ipatinga, Cristiano Araújo, “o Torcida Limpa contribuiu para valorizar ainda mais a marca do Ipatinga Futebol Clube. Os torcedores foram simpáticos aos japoneses, gostaram da campanha e participaram. Agradeço muito pelo reconhecimento do Troféu Telê Santana, que tem grande importância e credibilidade no futebol mineiro”.


FICHA TÉCNICA

IPATINGA X NACIONAL DE MURIAÉ
Motivo: 1ª rodada Módulo B
Ipatinga: Élisson, Leo Fernandes, Mauro Viana, Aldo e Luan; Noé, Tiago Etgis (Oscar), Aldair e Francismar (Erick); Levi e Rafamar. Técnico – Rogério Henrique.
Nacional: Leo Flores, Jairo, Vidal, Igor Caldeira e Mateus do Ó; Rodrigo Paulista (Yuri), Ronald, João William e Igor Salles (Mateus Jorge); Wagner Júnior e Lucas Sales (Júnior Turque). Técnico – Duílio Dias Júnior.
Árbitro: Antônio Márcio Teixeira da Silva; assistentes – Caroline Costa Silva e Emílio Junio Nascimento Santos.

MAIS FOTOS

Comentários

Guima 11 de Fevereiro, 2019 | 09:18
O time fica quase dois meses treinando, se preparando , depois vem apresentar um futebol ridículo deste. A torcida quer prestigiar, mas assim fica difícil.
Jmvs 10 de Fevereiro, 2019 | 11:24
Time apático sem raça tem que melhorar muito caso contrário não sobe para 1°divisão e parabéns ao nacional de Muriaé que deu um shou de bola no ipatinga.

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO