Ipatinguense apresentará pesquisa de engenharia aeronáutica na Alemanha

A graduanda destaca que está animada para a experiência e aprendizado

Álbum Pessoal


Mirelly conta que está ansiosa para mostrar os resultados da pesquisa em congresso na Alemanha

A estudante ipatinguense Mirelly Ferreira da Silveira, de 21 anos, se organiza para apresentar os resultados de sua pesquisa desenvolvida no campo da engenharia aeronáutica em um congresso na Alemanha, entre os dias 18 e 19 deste mês. A graduanda destaca que está animada para a experiência e aprendizado.

Em entrevista ao Diário do Aço, a estudante explica que a pesquisa realizada no curso de Engenharia Aeronáutica da Universidade do Vale do Paraíba, ressalta o uso da matemática para o desenvolvimento das tecnologias aeronáuticas. “O projeto ‘A aplicação da modelagem matemática e o impacto na otimização de resultados de natureza aeronáutica’ é um estudo acerca da física e matemática por trás do desenvolvimento de qualquer produto de natureza aeronáutica. O enfoque principalmente é a modelagem matemática aplicada à Dinâmica de Fluidos Computacionais, Estabilidade e Controle, e Radar”, detalha.

Mirelly acrescenta que a pesquisa foi feita por meio de simulações totalmente feitas por metodologia algorítmica, único recurso possível de resolver, de forma aproximada, equações de alta complexidade e combinadas às equações de continuidade e conservação. “Assim, é possível ter todos os dados do comportamento de um fluido, o que é essencial para a compreensão dos fenômenos aerodinâmicos. Em contrapartida também foram feitos estudos pra analisar a estabilidade e superfícies de controle de cada modelo aeronáutico com base na resolução de cálculos”, destaca Mirelly.

A pesquisa será apresentada na “2nd International Conference & Expo Aeroespace & Aeronautical Engineering”, conferência na cidade de Frankfurt. A estudante fará a apresntação em inglês com revezamento em alemão, juntamente ao pôster que dará a visão mais geral do trabalho.

Para a estudante, a matemática é capaz de traduzir os mais diversos processos e que, por isso, deve ser mais valorizada mesmo nos cursos de ciências exatas. “É incrível como a matemática se molda á nosso favor, toda a nossa vida poderia ser modelada matematicamente, imagine cada comportamento nosso inserido num software de computador e sendo descrito por operações matemáticas? Graças as simulações em tempo real, podemos prever com exatidão, e fazer testes de maneira segura com diferentes veículos do setor aeronáutico, a matemática nunca deve ser esquecida e menosprezada nos cursos de engenharia, aquele paradigma acompanhado de um jargão bem negativo “ah nunca vou ver isso na vida, pra quê estudar tantos cálculos?” tem que ser quebrado”, analisa Mirelly.

A ipatinguense conta que está ansiosa para o evento e que este é apenas o primeiro passo na sua carreira acadêmica. “Estou ansiosa, mas bem confiante e me emociono, trabalhei duro por tudo isso. Venci um problema de coração no meio do caminho, alguns meses de idas e vindas aos hospitais. Para mim, estar viva hoje é uma dádiva e ter uma conquista como essa é um presente de Deus. É com muita humildade, sabedoria e honra que vou representar cada estudante e jovem pesquisador brasileiro. Aqui começa uma luta para que a pesquisa tenha mais voz no Brasil.

Comentários

Eliete Viana 12 de Fevereiro, 2019 | 23:37
Parabéns! Desejo qdo seu nome for anunciado,todos no local vejam a luz gloriosa que há em ti,que o seu trabalho apresentado tenha o brilho da graça de Deus. Nesse mundo qual vivenciamos tantos jovens se perdendo, vermos jovens igual a VC só nos enche de orgulho.
Joo Gabriel 10 de Fevereiro, 2019 | 23:58
Fico Feliz por vc minha Irmã em CRISTO q vc tenha muito sucesso na vida profissional e no seu ministério. Me sinto muito feliz por ter conhecido uma mulher tão incrível e inteligente como vc, a cada dia DEUS nos surpreende, ngm aos olhos humanos imaginaria isso acontecendo. Mas, isto foi fruto do seu suor, e agora vc está colhendo. Meus Parabéns.

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO