Corpo encontrado é de jovem fabricianense que pegou carona em BH

Jéssica Maria Finholdt Gonçalves, de 26 anos, deveria ter voltado para casa, em Coronel Fabriciano dia 5, mas desapareceu após pegar carona

Com atualizações às 21h45
Álbum pessoal


Jéssica Maria Finholdt Gonçalves está desaparecida desde terça-feira (5)

Um corpo encontrado com quatro marcas de tiros, na tarde dessa quarta-feira (6), é mesmo da jovem fabricianense, Jéssica Maria Finholdt Gonçalves, de 26 anos, que estava desaparecida desde a tarde de terça-feira (5), quando entrou em contato com a família pela última vez.

Em entrevista ao Diário do Aço a irmã, Luciana Finholdt, afirmou que Jéssica desapareceu após pegar um carona, por meio das mídias sociais, de Belo Horizonte para Coronel Fabriciano.

Hoje o corpo de uma jovem, com as mesmas características de Jéssica foi encontrado em Ribeirão das Neves, na Região Metropolitana.

Segundo Luciana, a irmã viajou para a capital mineira no dia 27 do mês passado para passear e visitar uma amiga, e estava programado que ela voltaria na terça-feira (5), por volta de 13h.

“A Jéssica combinou uma carona, por meio das mídias sociais, para viajar até Belo Horizonte. No dia, eu só vi que chegou um Fiat Uno, cor prata, com placas de Belo Horizonte, para buscá-la. Também reparei que tinha um amassado na lateral da parte da frente do carro, mas não anotei as placas do veículo ou peguei os dados do motorista”, explicou.

Luciana também relatou que Jéssica iria voltar para Coronel Fabriciano com essa mesma carona e o combinado era que eles se encontrariam no Terminal Rodoviário de Belo Horizonte, para o embarque.

“Na terça-feira (5), por volta de 12h, conversamos com ela, antes de ela entrar no carro. Depois disso, não conseguimos mais entrar em contato. Estamos sem notícias da Jéssica até o momento. O celular dela só fica desligado. Vamos tentar pegar as filmagens das câmeras de segurança da rodoviária de Belo Horizonte para ver o carro no qual ela entrou e anotar a placa”, informou.
Reprodução


Esta jovem seria a Jéssica, filmada por uma câmara de segurança na rodoviária de BH

Conforme a ocorrência da Polícia Militar, à qual o Diário do Aço teve acesso, o corpo de uma jovem assassinada foi localizado na avenida Deputado Dênio Moreira de Carvalho, em Ribeirão das Neves. O cadáver foi encontrado por volta das 14h desta quarta-feira e, segundo os dados iniciais da perícia, havia sinais de quatro perfurações de entrada e uma de saída.

A delegada Valéria Manzale esteve no local com a sua equipe da Delegacia de Homicídios e iniciou os primeiros levantamentos. Pelas características físicas e das roupas que estavam no corpo, chegou-se a hipótese que seja a jovem Jéssica que se encontra desaparecida. O cadáver foi removido ao IML da capital, onde será realizado o procedimento de identificação oficial nesta quinta-feira.

Comentários

Eliz 09 de Fevereiro, 2019 | 22:57
A culpa nunca será da vítima meu caro, julgar as pessoas não ajuda em nada, ore pela alma dela e pela família bjos de luz p vc.
Esteja em Paz 07 de Fevereiro, 2019 | 15:42
mano id jovem e so pra São Paulo e rio e outros estados..blz
Sisi 07 de Fevereiro, 2019 | 11:58
Já é a segunda vítima se não me engano que pega carona pelo aplicativo de facebook e acaba morta, gente fiquem espertas por favor.... querem economizar e acabam perdendo a vida.
Sem Entender 07 de Fevereiro, 2019 | 06:56
Fico aqui mim perguntando?
O governo facilita o ID jovem.
E as pessoas ainda fica com essa ganancia de carona, muito triste...
Nosso governo parece num ajudar, mas tem facilitado muuta coisa aos jovens e infelizmente cai nas armadilhas.De tao espert que querem ser se torna alvo da proptia derrota triste...
Palhao 06 de Fevereiro, 2019 | 16:35
Tomara a Deus que nada de grave tenha ocorrido. Mais gente, passa o tempo todo nas mídias sobre carros clandestinos, assaltos, estupros... com pessoas que usam este tipo de carona.

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO