Mãe e filha se formam no mesmo ano

A graduação aconteceu ano passado, mas em períodos e cursos diferentes

Divulgação


Enquanto a mãe se formava no primeiro semestre de 2018, Elaine recebeu o diploma no segundo período

O sonho de toda mãe é ver o filho formado. O de Lidia Mendes, de 47 anos, também sempre foi esse. O que ela não podia imaginar é que, no mesmo ano em que veria a filha conquistar o diploma do ensino superior, ela também celebraria a mesma vitória, ao se graduar em Serviço Social. “Eu não fiz o curso só por mim, fiz pelos meus filhos também. Quero que eles tenham orgulho da mãe que têm”.

Haja orgulho para a família de Lidia. Filha de uma lavadeira e de um pedreiro, ela foi a primeira da família a concluir o ensino superior mas, antes de realizar esse desejo tão antigo, priorizou a educação dos filhos. “Ela sempre nos disse que assim que estivéssemos "criados" entraria na faculdade. E assim cumpriu. Em 2013, começou a sua graduação”, conta a filha Elaine Mendes.

Lidia perdeu a mãe ainda criança e, por isso, começou a trabalhar cedo, além de cuidar da irmã mais nova. Com o passar do tempo, se tornou mãe solteira e também precisou conciliar a criação dos filhos com as responsabilidades profissionais. “Minha mãe sempre incentivou os nossos estudos. Nunca nos deixou trabalhar com medo de que isso atrapalhasse a nossa educação”, relembra Elaine

Serviço social e Jornalismo foram as profissões escolhidas por Lidia e a filha, respectivamente. Enquanto a mãe se jornalista.

Lidia, que é só felicidade. Etapa vencida, hoje, a assistente social sabe que não pode abrir mão da perseverança de sempre. “Vamos continuar lutando, com muita fé, humildade, respeito e responsabilidade. Não foi fácil levar a faculdade até o fim, mas concluí e agora quero conseguir um emprego na área para levar meu conhecimento para quem precisa”.





Bárbara Maria - Agência Educa Mais Brasil


Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO