A moda em P&B e a moda que se renova

Wagner Penna e as novidades do mundo fashion

Divulgação


A moda em Preto & Branco da AP03
PRETO & BRANCO
Os chamados ‘tapetes vermelhos’, porta de chegada para as grandes cerimônias de premiação no cinema mundial, se caracterizam como uma indiscutível passarela da moda. As atrizes emprestam seu glamour às grifes e estas emprestam suas criações para que elas divulguem sua marca.

Nas últimas entregas de prêmios, do Globo de Ouro e a Premiação dos Críticos Americanos, ambas nos Estados Unidos, o retorno de tonalidades clássicas foi o grande tema fashion.

No primeiro caso, os tons pastel (tudo bem suave) venceram fácil. Já na entrega dos críticos, o eterno jogo do preto & branco vestiu as atrizes mais elegantes e voltaram com força ao circuito fashion.

Com a rapidez do giro da moda atual, algumas marcas já entraram na onda binária e lançaram suas propostas em P&B em listras, recortes, poás e mil outros detalhes. Fica a dica.

MODA RENOVADA

Um dos pontos cruciais para que a moda mineira se mantenha, sempre, com propostas bacanas e atualizadas, é a valorização dos novos estilistas.
Seja no vestuário ou nos sapatos & acessórios, a busca desses valores e a abertura de espaços para mostrarem seu trabalho garantem o caminho longo e durável para que possam trilhar.

Na última edição do Minas Trend, um dos nomes mais citados nesse quesito foi Virgílio Andrade. Sua coleção com materiais refinados e delicados (como rendas e organza) destacou seu talento para trabalhar esses tecidos com uma visão moderna, dinâmica e inovadora.

Divulgação/Breno Mayer/modelo Louyse


O estilo destacado de Virgílio Andrade
Seu trabalho autoral foi batizado de ‘street festa’, uma releitura jovem e informal que permite que as roupas transitem naturalmente entre os salões de baile e a rua. Sua ideia é fugir do óbvio, subverter materiais e criar uma nova pegada de moda festa focada na modelagem e mistura de texturas.

Ele acaba de fotografar essa coleção, à qual deu o nome ‘Ink Garden’, que já está disponível no site www.virgilioandrade.com e outras mídias sociais. Outra novidade é que tudo dele é feito sob medida, uma boa forma de se evitar os desperdícios. Traduzindo: uma moda criativa, consciente e sustentável.

VAIVÉM

* A Skazi é a única representante de Minas Gerais a concorrer ao prêmio Muda – da revista Vogue + Glamour – de sustentabilidade.

Como parte das comemorações dos seus 25 anos, a Skazi implantou um sistema de geração solar com 2.210m² de painéis fotovoltaicos capazes de suprir 100% da demanda energética gasta nas operações de todas as suas unidades, em Beagá.

Outra iniciativa verde da grife é a reutilização de 90% de toda a água que é utilizada no interior do novo complexo. A votação do Prêmio Muda termina nesta sexta-feira (25), no site da Vogue. ***

* Os lançamentos da moda mineira para o inverno 2019, no atacado, começaram este mês, quando muitas grifes importantes estão promovendo as suas prévias da estação.

O vaivém continuará em fevereiro, mas o auge será mesmo em março, após o carnaval, quando a maioria já agendou vendas nos showrooms com os clientes. Depois vem o BH-à-Porter (ainda sem data) e o Minas Trend, marcado para 4 a 9 de abril. ***

* O cantor e compositor Gilberto Gil inspira a moda atual em parceria com a Redley, lançando coleção ‘Refavela’, nome de disco que ele fez há anos e, agora, foi renovado em show com turnê que termina neste fim de janeiro. A conexão do baiano com a moda é longa, desde os tempos que fez show na antiga Fenit – nos anos 60 – em clima de Tropicália. ***

* E a temporada de alta-costura em Paris acabou sendo influenciada pelo movimento dos coletes amarelos (gilets jaunes), que estão atordoando a vida dos franceses há vários fins de semana. Depois de quebra-quebra nas lojas da Chanel e da Dior, muitas empresas resolveram mudar a agenda de desfiles da alta-costura. ***

* Apesar de tudo, a semana da alta-costura em Paris acabou bem. Nas passarelas a coisa andou feia, com alguns estilistas exagerando no humor e fugindo do espírito ‘de luxe’ da ‘haute-couture’. Novidade mesmo foi Karl Lagerfeld – de 96 anos - não aparecer no desfile da Chanel. Dizem que ele vai se aposentar, porque estaria doente. ***

* E a turma chegou animada das feiras de sapatos & bolsas realizadas em São Paulo. O destaque mineiro foi para a turma de Nova Serrana, presente com vários estandes no Anhembi. O Sindinova trabalhou bem e fechou com sucesso a 3ª edição do seu salão de negócios exclusivo na ‘paulicéia’. ***

* O pessoal da moda brasileira respira aliviado: a Amazon, por enquanto, não vai vender roupas, sapatos e acessórios no mercado brasileiro. A maior plataforma de vendas na internet do mundo finalmente chegou por aqui, e veio mostrando as garras. Seu primeiro centro de distribuição em São Paulo tem 47 mil m2. Ou seja, vários campos de futebol juntos. ***

PONTO FINAL 1 - O circuito da moda passou por São Paulo semana passada para ver os lançamentos em sapatos & bolsas. O resultado na Couromoda e nas feiras paralelas foram bons. O otimismo voltou, ainda que moderado. O importante é que essas feiras, em início de ano, sinalizam às quantas vai andar a moda no quesito vendas. Amém.

PONTO FINAL 2 - O mês de fevereiro esquenta com o inverno. Como assim? Explico: muita gente do atacado (em Beagá) que tinha se programando para mostrar sua coleção invernal em março, agora adiantou tudo para antes do carnaval. Afinal, vender é preciso!

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO