Ipatinguense morre em acidente com moto em Valadares

Motocicletas colidiram frontalmente, dois condutores morreram e um passageiro ficou ferido em estado grave

Alex Eller


No acidente morreram, Natanael de Oliveira Silva, de Ipatinga e Pedro Henrique Bernardino de Oliveira, apontado como o causador do acidente ao fazer uma ultrapassagem

Um acidente na madrugada dessa quarta-feira (2), na MGC- 259, trecho que passa pelo bairro Conjunto Sir, em Governador Valadares, matou duas pessoas que estavam em motocicletas. Elas colidiram frontalmente e, uma das vítimas, é o ipatinguense Natanael de Oliveira Silva, de 23 anos, que segundo amigos voltava de Vitória (ES). Ele era nascido e foi criado no bairro Bethânia e, atualmente, morava no bairro Industrial, em Santana do Paraíso.

De acordo com as informações repassadas por um caminhoneiro, as duas motocicletas bateram de frente durante a ultrapassagem de uma das motos. Natanael de Oliveira, que pilotava a moto Honda Titan de Ipatinga, morreu no local ao ser atingida pelo outro veículo que entrou na contramão.

O condutor da Yamaha XTZ 250 Tenéré, de placas de GV, Pedro Henrique Bernardino de Oliveira, de 23 anos, que teria invadido a contramão para ultrapassar outro veículo, foi socorrido pelos bombeiros. Devido os ferimentos graves, ele não resistiu e morreu ao dar entrada no Hospital Regional, em Valadares.

O passageiro da moto do Vale do Aço foi identificado como Rafael Henrique Teixeira, de 27 anos. Ele é natural de Coronel Fabriciano e, segundo as primeiras informações, é também morador de Ipatinga. O jovem foi socorrido pelo SAMU inconsciente e permanecia, até a tarde dessa quarta-feira, internado no hospital valadarense em estado grave.

A Polícia Militar Rodoviária informou que o motociclista, possivelmente, o causador do acidente, Pedro Henrique, não era habilitado para conduzir motos, mas apenas para dirigir automóveis.

MAIS FOTOS

Comentários

Flor 09 de Janeiro, 2019 | 10:53
este ano já começou com acidentes que nos deixam horrorizados, e temerosos, estes rapazes, a família enterrada 5 integrantes , mãe filhos e neto... até onde vai essa situação no transito ...
Curto e Franco 05 de Janeiro, 2019 | 00:55
respeito a opiniao de cada um , mais , eu ja trabalhei como motoboy 11 anos pela br afora , eu adoro moto , mais o que causa acidente sempre e quem esta pilotando , ou quem ta dirijindo altomovel tambem .
Maria 03 de Janeiro, 2019 | 13:12
O PROBLEMA E QUE OS MOTOQUEIROS ANDAM DE QLQUER JEITO E SE ACHAM NO DIREITO DE ENFIAR EM QLQUER BURRACO. ALEM DE FAZEREM CONVERSSOAS ERRADAS ULTRAPASSGEM PERIGOSA.. E MELHOR PERDER UM MINUTO NA VIDA , QUE A VIDA EM UM MINUTO. FICA A DICA...
Jefferson 03 de Janeiro, 2019 | 11:44
Também só da opinião do primeiro comentário moto e uma ... Já não ando de moto e ano passado perdi um irmão numa merda desta quando vc acontecer com outras família vc sente mais não tanto quanto e a sua que vc vê e uma economia de Merda está tal de motocicletas respeito a opinião de todos mais prá mim não têm valor nenhum cuidado vcs que gostam e eu respeito
Cidado Consciente 03 de Janeiro, 2019 | 11:05
O nome do veículo utilizado chama-se BIROSKA. Segundo o dicionário, BIROSKA é um meio de locomoção de 2 rodas e que, andando certo ou errado, é construída para cair em movimento ou causar acidentes. Como um produto desses no mercado não daria certo, as empresas resolveram apelar para o seu lado econômico, que é, então, o motivo de haver tantos motoqueiros. Acontece que, como sempre dizia minha querida vovó, o barato sempre sai caro. Então, meu caro amigo, você acha o máximo andar numa BIROSKA que faz 35km por litro de gasolina e tem a economia daqueles 50, 100 reais todo mês? Bom demais, né? Mas você sabia que esse dinheiro economizado que você junta todo mês com a economia de combustível proporcionada pela BIROSKA, na verdade, é uma caixinha para tratamentos médicos ou, infelizmente, funerários, o que vier primeiro. Quer um dos melhores conselhos de sua vida? Venda URGENTE a sua BIROSKA e compre um carro! "Ah mas carro dá muita despesa, carro é caro, bebe mais gasolina". Para que você quer economizar dinheiro se você talvez não vai nem estar vivo, cara pálida?? Quer guardar 50 a 100 reais de economia por mês para que? Para pagar as despesas médicas depois? Compre um fiat uno, um celta, ou outro do tipo. Por 9 mil reais, preço de uma BIROSKA, você compra um gol bola 2003 todo conservado e completo que faz mais de 10km por litro.
Jorge Luis. 03 de Janeiro, 2019 | 08:41
Não sr motoqueiro embrasado..voce esta equivocado a culpa é da estrada será que voce leu a reportagem direito kkkk..
Gente eu já falei aqui ..mais vou dizer novamente eu quando vejo uma noticia dessas fico triste sim é claro ,mais não me assusto porque não são os primeiros e nem serão os últimos .E o ditado diz que se conselho fosse bom a gente vendia e não dava de graça...mais eu vou dar assim mesmo voce jovem,voce velho,voce homem, voce mulher...
enfim voce que monta em birosca dessa e sai por ai se orienta ,revejam teus conceitos essa merda foi feita pra o camarada cair,essa joça foi feita pra matar as pessoas..por mais que voce ande certinho..por mais que voce seja cuidadoso vem um de lá e te acerta..é só uma questão de tempo..pense nisso.
Motoqueiro Embrasado 02 de Janeiro, 2019 | 17:23
E muita negligência em cima de duas rodas por causa de uma ultrapassagem mal sucedida resultou no saldo de duas mortes e um ferido em estado grave que Deus tenha misericórdia que nao fique com sequela alguma , por causa de um imprudente lamentável que Deus conforte o coração dos familiares e amigos (lembre se para brisa de moto e o rosto e o Para-choques e o peito e mesmo errado ou certo o prejuízo e sempre do piloto .....
Sabonete 02 de Janeiro, 2019 | 17:13
SEI QUE MOTO ESTA MATANDO MAIS PESSOAS DO QUE FRANGO EM AVIÁRIO.....

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO