Bairros planejados são alternativas econômicas aos condomínios fechados?

Reprodução


O processo urbanístico é estruturado de acordo com as normas construtivas do município

Desejos mudam no decorrer dos anos, e um exemplo desse ponto é relacionado ao sonho da casa própria, que hoje está muito mais associado aos condomínios fechados. Contudo, perante aos altos preços desses e ao custo de manutenção, uma alternativa que vem suprindo essa demanda são os bairros planejados.

Esses bairros, apesar de não serem fechados por muros e cercas, proporcionam vantagens para os moradores, pois utilizam uma estrutura urbanística inteligente, que valoriza os espaços e, principalmente, os investimentos feito pelos moradores.

Diretor de marketing de um grupo que atua nesse mercado em regiões altamente valorizadas no Brasil, Marcus Cunha explica que os empreendimentos estão sempre em locais estratégicos e em centros urbanos que dispõe de completa infraestrutura.

Desde o início, os empreendimentos são pensados profundamente por engenheiros, arquitetos e paisagistas que criam todo projeto e planejamento para que cada etapa siga um cronograma detalhado.

O processo urbanístico é estruturado de acordo com as normas construtivas do município. Isso facilita o processo de encaminhamento para o Cartório de Registro e Imóveis local para a realização das matrículas individuais. Outro diferencial desses bairros é que eles têm infraestrutura completa - água, rede de esgoto, drenagem, iluminação e acessos.

“O grande diferencial do que fazemos é que ao finalizar as obras de infraestrutura é feito também investimento em áreas comuns, como praças e áreas verdes. Além disso, existe um espaço separado para áreas comerciais, o que proporciona uma área com grandes facilidades aos futuros moradores”, detalha Marcus.

Com o empreendimento entregue, toda a estrutura para o início das obras está feita, assim o futuro morador já obtém grande valorização do espaço adquirido.

Além disso, outros diferenciais são oferecidos, como a possibilidade de pré-projetos desenvolvidos dentro de especificações técnicas, possibilitando aos interessados opções de estruturas pré-desenvolvidas ganhando tempo na execução da obra. O resultado é a valorização do imóvel.

Importante é que todo esse processo passa por um acompanhamento constante fazendo com que praticamente se caracterize como um “novo condomínio”.
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: falecomoeditor@diariodoaco.com.br

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO