Ordem de serviço para obras da Ponte Velha é assinada

A assinatura foi realizada na noite desta segunda-feira (26), em cerimônia prestigiada pelos prefeitos das duas cidades e demais autoridades locais

Fernando Lopes


Superintendente regional do Dnit, Fabiano Cunha, assinou ordem de serviço do início das obras
Atualizado às 16:13h 27/11
O Departamento Nacional de Infraestruturas de Transportes (Dnit) e a empresa Vereda Engenharia Ltda realizaram a assinatura da ordem de serviço que autoriza o início das obras de recuperação da Ponte Velha, que liga os municípios de Coronel Fabriciano e Timóteo. A assinatura foi realizada na noite desta segunda-feira (26), em cerimônia prestigiada pelos prefeitos das duas cidades e demais autoridades locais, na sede da Fiemg Regional Vale do Aço.

O superintendente regional do Dnit, Fabiano Cunha, informou que as obras foram divididas em três etapas. “Hoje assinamos a ordem do início das obras. O projeto foi assinado há quase seis meses. O cronograma vem sendo seguido pela Vereda Engenharia, vencedora do processo licitatório. Decidimos dividir a obra por etapas: em infra, meso e superestrutura. Temos recursos assegurados para estas obras”, informa Fabiano.

O superintendente afirmou ainda que parte dos recursos já está assegurada para as obras. “A licitação toda é de R$ 9,8 milhões. Já temos empenhado algo acima de R$ 3,5 milhões, o que nos permite trabalhar a parte de infraestrutura tranquilamente. Os recursos não demandam rubrica específica do Governo Federal, ele é assegurado nos recursos de manutenção rodoviária, gerido pela Superintendência. Sendo assim, não será por falta de recursos que a obra será iniciada e não concluída. O prazo contratual era de 560 dias, sendo 180 para projetos e o restante para obras, acreditamos que iremos entregar dentro do prazo”, afirma.

Segundo o diretor da Vereda Engenharia, João Maurício Costa, o período chuvoso não atrapalhará o andamento das obras. “Iremos mudar a ponte de classe, utilizando as melhores técnicas de engenharia. Mesmo com a chuva dá para trabalhar e fazer muita coisa. O que não dá para fazer em período chuvoso é terraplenagem e movimentação de terra, mas concreto dá para trabalhar na chuva sim. Será feita a recuperação estrutural, desde a fundação, os blocos e estrutura toda modificada”, salienta João Maurício.
Fernando Lopes


Prefeitos comemoram com a ordem de serviço assinada

Interdição da ponte

A movimentação das obras deve começar já na próxima semana. O diretor da empresa que realizará a recuperação da ponte afirmou que a via será interditada. “Na próxima semana a equipe estará trabalhando na ponte. Por segurança da população, iremos interditá-la, pois está muito frágil. Já estamos preparando a sinalização para que os usuários façam o desvio. Ela deverá ficar interditada durante toda a obra”, informa João Maurício.

Conquista conjunta

O prefeito de Coronel Fabriciano, Marcos Vinícius Bizarro (PSDB), destacou que a construção da ponte sempre foi um foco da Administração Municipal. “Desde que assumimos a gestão foi uma preocupação minha e, posteriormente, do prefeito Douglas. Tivemos diversas conversas no Dnit e graças ao empenho do superintendente Fabiano, a obra finalmente está andando”, declara Marcos.

Para o prefeito de Timóteo, Douglas Wilkys (PSB), a ponte simboliza o desenvolvimento das duas cidades. “Chegou o dia de dar uma boa notícia para a população, que vê naquela ponte algo a mais que uma simples ligação entre duas cidades. Com a ponte, o trânsito entre Coronel Fabriciano e Timóteo será facilitado e ajudará no desenvolvimento das duas cidades”, pontua Douglas.


Deputado comemora conquista após peregrinação ao Dnit em BH e Brasília

Foi muito trabalho com audiências públicas, reuniões em Brasília e Belo Horizonte

O deputado estadual Celinho do Sinttrocel (PCdoB) comemorou a conquista da antiga demanda, alvo de uma verdadeira peregrinação junto à sede do Dnit em Belo Horizonte e em Brasília. "Há muito tempo nós cobramos insistentemente a reconstrução da Ponte Velha, que é um dos gargalos de Coronel Fabriciano e Timóteo.

Durante nossos mandatos, esta foi uma das demandas levadas e cobradas junto ao Dnit. Foi muito trabalho com audiências públicas, reuniões em Brasília e Belo Horizonte, conversas, tudo para chegarmos neste ponto. Hoje finalmente temos este marco importante que é a ordem de serviço assinada", salienta Celinho.

O presidente da Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais (Fiemg) Regional Vale do Aço, Flaviano Gaggiato, ressaltou que o atual estado da ponte causa prejuízos para empresas da região e celebrou a recuperação da via.

Gaggiato: Para a indústria, a obra representa a redução no custo com transporte


“Uma das pautas da Agenda de Convergência do Vale do Aço é a Ponte Velha. Conversando hoje com o representante de uma empresa de transporte, fui informado que esta empresa perde R$ 1.000 por dia por não poder utilizar a ponte.

Para a indústria, a obra representa a redução no custo com transporte e agilidade nas entregas”, avalia Flaviano.
A ponte apresentou problemas estruturais em 2012 e, desde então, diversas licitações foram realizadas na tentativa de reparar os danos. Em 2017, a Superintendência Regional do Dnit assumiu o compromisso de licitar a obra da ponte.


Mais:
Dnit autoriza início das obras na ponte velha
Dnit recebe projeto executivo das obras na ponte velha


Ordem de serviço para obras da Ponte Velha é assinada

Comentários

Marcio Alberto Martins 27 de Novembro, 2018 | 15:06
Contribuinte engano seu, em Ipatinga obra realizada aqui e somente Rotatória e mesma assim demorada como a do Bairro Bom Retiro que fez 1 mês , tem semana que não tem ninguém trabalhando, e o pior esta ficando uma péssima.E só lembrar ao prefeito rotatória que serviços do Cemitério do Bom Jardim ficou uma merda, onde já se viu cerca de arame em cemitério.
Contribuinte 27 de Novembro, 2018 | 09:34
Votei nesse Douglas e me arrependi...quase 1 mês a avenida do Alegre interditada e até hj está do mesmo jeito.se fosse em ipatinga ja teriam feito 10 avenidas.

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO