Desempenho escolar pode ser influenciado por maus hábitos

Confira quais são e livre-se deles

Divulgação


Por isso, é importante que o aluno seja regrado e não deixe que fatores internos e externos possam prejudicar o seu desempenho

A educação num ambiente familiar estável, a convivência com atividades culturais e autocontrole no uso da internet são algumas situações que influenciam diretamente no desempenho escolar dos jovens. Entretanto, a falta dessas experiências e maus hábitos podem trazer resultados negativos, principalmente na hora de se preparar para provas ou vestibulares.

Os alunos que obtém notas altas, regulares ou insatisfatórias nas avaliações escolares têm entre si diferenças e semelhanças que, muitas vezes, ultrapassam o limite das salas de aula. Por isso, é importante que o aluno seja regrado e não deixe que fatores internos e externos possam prejudicar o seu desempenho.

Ciente de que manter o foco é algo essencial para o seu futuro, a estudante do 2º ano do Ensino Médio, Vitória Cardoso, de 16 anos, revisa todos os dias, durante uma hora, os assuntos estudados em sala de aula. “Sempre procuro fazer uma revisão dos assuntos exposto pelos professores e, para não perder o foco, deixo o meu celular bem distante”, assegurou.

Além das atividades comuns de avaliação, como provas, trabalhos e simulados, a responsabilidade, a participação nas aulas, o comprometimento, a assiduidade e o envolvimento também merecem atenção dos estudantes. E a família tem um papel fundamental no processo de evolução, de desenvolvimento e de amadurecimento desses jovens a cerca desses aspectos.

De acordo com a Educação Básica.

Confira agora 5 maus hábitos e livre-se deles para manter um bom rendimento escolar:
1. Desorganização com o material escolar e a falta de responsabilidade com as anotações de estudos e tarefas;
2. Excesso de uso de jogos eletrônicos e aparelhos de celular;
3. Falta de leitura que prejudica na desenvoltura com a escrita e comunicação;
4. Copiar tarefas escolares dos amigos;
5. Não participar das aulas e não esclarecer dúvidas.
Fonte: Bárbara Maria – Ascom Educa Mais Brasil

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO