Câmara Mirim de Ipatinga elegerá apenas aluno Ficha Limpa

O líder de turma reúne-se uma vez por mês e delibera em ações que favorecem o contato do aluno com a equipe diretiva

Divulgação


As próximas eleições da Câmara Mirim ocorrerão em outubro de 2019

A Câmara Mirim de Ipatinga irá mudar os critérios para escolha dos vereadores mirins em 2019. A partir do exemplo da escola municipal Chirlene Cristina Pereira, que elegeu líderes de turma com base em alunos fichas limpas, a Câmara Mirim irá mudar seu Regimento Interno para assegurar que os próximos concorrentes ao cargo de vereador mirim também atendam a essa norma.

“Sobre aluno ficha limpa entenda-se aquele que tem bom comportamento na escola, rendimento escolar acima da média, que é 60%, não possua ocorrência disciplinar por desrespeito aos professores, colegas e a comunidade escolar como um todo”, explicou a diretora da escola Chirlene Cristina, no bairro Betânia, Rita Beatriz.

Ao saber que a Câmara vai mudar os critérios da escolha dos vereadores mirins tomando como base o projeto dos líderes de turma, que foi criado na sua escola, à diretora se sentiu grata. “Sobretudo porque este projeto criado é fruto de muito envolvimento de professores, coordenadores e conselho escolar”, resume.

O líder de turma reúne-se uma vez por mês e delibera em ações que favorecem o contato do aluno com a equipe diretiva. Como exemplo prático podemos citar que uma das tarefas dos líderes este mês foi dialogar com os demais alunos para juntos, fecharem a lista de aquisição de novos livros a serem comprados na escola.
“Por intermédio do líder, os demais alunos passam a ter voz na comunidade escolar”, comentou a professora da escola Suzimar Assunção.

O superintendente do Centro de Atenção ao Cidadão da Câmara de Ipatinga, órgão responsável pela Câmara Mirim, Tadeu Figueiredo, avaliou que a mudança regimental da Câmara Miriam significará a mudança de postura frente a uma realidade política.

“Nada mais justo que exigir de quem pleiteia um cargo, atitudes que o capacitem a ocupar uma cadeira como representante dos demais alunos. Em longo prazo, isso significa que o aluno irá observar mais em quem votar, ensinando a eleger melhor seus representantes. É uma mudança de postura escolar, que reflete numa postura de vida. É um verdadeiro exercício de cidadania”, elogiou o superintendente.

As próximas eleições da Câmara Mirim ocorrerão em outubro de 2019. Participam alunos de todas as escolas de Ipatinga, quer sejam públicas ou particulares.


Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: [email protected]

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO