Festival de Inverno agita cidade do poeta Drummond

Todos os seis telefones antigos que integram a mostra pertenceram ao Poeta Maior e foram cedidos pela sua família

Divulgação


A exposição “Drummond: fala, fala, fala...” passará por 14 pontos da cidade

Quem lê os poemas de Carlos Drummond de Andrade se emociona. Porém, escutar os versos na própria voz do escritor itabirano é uma experiência única e que pode ser vivenciada durante a exposição “Drummond: fala, fala, fala...”, que percorrerá diversos pontos de Itabira durante o 44º Festival de Inverno.

A mostra foi idealizada por Pedro Augusto Graña Drummond, neto do poeta itabirano, e conta com telefones em que o público pode escutar versos, crônicas e poesias de Carlos Drummond de Andrade.

A exposição foi desenvolvida por meio de uma parceria entre a Prefeitura de Itabira (PMI), Fundação Cultural Carlos Drummond de Andrade (FCCDA) e a equipe de robótica Drummonster, da Universidade Federal de Itajubá (Unifei) – campus Itabira.

Todos os seis telefones antigos que integram a mostra pertenceram ao Poeta Maior e foram cedidos pela sua família. Coube à equipe Drummonsters desenvolver os sensores e programar os aparelhos para que possam aproximar o público dos versos e textos drummondianos.

Confira a programação completa do Festival de Inverno de Itabira no site www.fccda.com.br.

Serviço

44º Festival de Inverno de Itabira – “Movimentos”
Data: 20 a 29 de julho
Local: Itabira
Programação gratuita
Outras informações pelo telefone (31) 3835-2152
Confira a programação completa no www.fccda.com.br

Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: falecomoeditor@diariodoaco.com.br

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO