Startup do Vale do Aço é selecionada para programa de aceleração do Estado

Com a seleção, a Influenzer e demais startups classificadas receberão até R$ 80 mil

Divulgação


Empreendedores selecionados participaram de cerimônia em Belo Horizonte

O setor de tecnologia e informação está cada dia mais forte no Vale do Aço. Com isso, startups da região alcançam o reconhecimento em diversos editais de incentivo ao cenário empreendedor e reforçam novas tendências de negócios e consumo também no interior do estado.

Este é o caso da Influenzer, startup de Coronel Fabriciano, fundada em 2015, e que tem o foco de aumentar o engajamento entre empresas e clientes nas redes sociais, por meio da fidelização do consumidor.

A empresa foi uma das 40 selecionadas para a 5ª rodada do programa de aceleração do Startups and Entrepreneurship Ecosystem Development (SEED). O programa é desenvolvido pela Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Ensino Superior (Sedectes) e visa o fomento do ecossistema de startups em Minas, que já é o segundo maior do país.

Para um dos fundadores da empresa, Aléssio Miranda Júnior, o SEED auxilia as startups a vencerem a burocracia do país. “Os entraves encontrados pelos empreendedores são muitos e vão desde o desaquecimento do mercado à alta carga tributária. Para startups, esses programas auxiliam o ganho de experiência, abrindo passagens em labirintos que antes demandaram muito tempo e recursos”, salienta o empreendedor.

Com a seleção, a Influenzer e demais startups classificadas receberão até R$ 80 mil além de outros benefícios não financeiros para expandir os seus negócios dentro de Minas Gerais. Até a quarta rodada de aceleração as empresas participantes tinham gerado 300 empregos diretos dentro do estado e uma captação de R$ 22 milhões em recursos.

Aléssio completa que o programa é um incentivador para a geração de novos postos de trabalho e renda, em todo o estado. “A descentralização do circuito de empreendedorismo mineiro é importante para a geração de empregos nas regiões e evitar a fuga dos profissionais de cada cidade. Para o Vale do Aço, trazer inovação irá gerar empregos e novas oportunidades, aquecendo a economia e dando retorno a sociedade em empregos e tributos”, conclui Aléssio.

Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: falecomoeditor@diariodoaco.com.br

Comentários

Isabel Vita 08 de Julho, 2018 | 16:51
Acho interessante ver que há reconhecimento do que ocorre na nossa região, isso aumenta nossa vontade de evoluir cada dia mais visando ajudar a todos a nossa volta. Que essa escolha não seja em vão e que possam mostrar que o Vale do Aço é sim uma região forte e capaz! Amo esse povo, Amo essa região, melhores cidades sem dúvidas!

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO