Vem Passarinhar...

Turismo no Vale visita a RPPN da Cenibra

Em maio, participantes do projeto Turismo no Vale conheceram o Projeto de Reintrodução de Aves Silvestres Ameaçadas de Extinção: o Projeto Mutum, desenvolvido pela Cenibra, desde 1990, na Reserva Particular do Patrimônio Natural RPPN Fazenda Macedônia. 

ACS Cenibra


Os passarinheiros observadores posam na Fazenda Macedônia
Com o propósito de fomentar a observação de aves como potencial turístico regional, o Projeto Turismo no Vale participa de encontros e reuniões com a Secretaria de Turismo do Governo do Estado de Minas Gerais (Setur) e apoiou a realização do evento Vem Passarinhar, que, em outubro passado, levou quase 100 pessoas ao Parque Estadual do Rio Doce.

A atividade, internacionalmente conhecida como birdwatching, ganha mais adeptos a cada dia na região do Vale do Aço, graças ao trabalho inicial desenvolvido pela Associação de Amigos do Parque Estadual do Rio Doce e ao trabalho conjunto realizado através do Projeto Turismo no Vale, desde 2016.

ACS Cenibra


O observadores percorrem as trilhas da fazenda Macedônia
O trabalho é realizado por meio de um acordo de cooperação técnica e científica entre a empresa e a Sociedade de Pesquisa do Manejo e da Reprodução da Fauna Silvestre (CRAX), entidade não governamental sediada em Contagem (MG).

O acordo prevê a reintrodução de espécies de aves silvestres ameaçadas de extinção em seu habitat natural. Trata-se de um trabalho inovador no Brasil e no exterior, já que contempla não só a proteção ou criação em cativeiro de animais ameaçados, mas também a sua recondução ao ambiente de origem.

Já foram soltos exemplares do Mutum-do-sudeste (Crax blumembachii), Macuco (Tinamus solitarius), Capoeira (Odontophorus capueira), Jaó (Crypturellus n. noctivagus), Inhambuaçu (Crypturellus obsoletus), Jacuaçu (Penelope obscura bronzina) e Jacutinga (Aburria jacutinga). As espécies reintroduzidas são monitoradas periodicamente na área de soltura e arredores, de modo a coletar dados relativos à adaptação, dispersão, reprodução, predação e quantificação de indivíduos.

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO