Linho, mahifestações, briga no e-commerce

Wagner Penna e as novidades do mundo da moda

LINHO
Nos desfiles já realizados até aqui para a próxima estação, um dos pontos mais importantes que se viu nas tendências é a volta do linho. Sim, o tecido livre, leve e solto que é a cara do verão, e que tinha sumido da moda, volta agora com tudo.

E vem principalmente na sua versão mais rústica, com aspecto de fibra natural, embora haja a opção mais moderna com mistura de elastano, bem confortável. O Brasil já foi o maior produtor do tecido nos tempos da Braspérola, mas a fábrica fechou. Só é preciso cuidado, pois também há o rami, que parece linho, mas não é.

Divulgação/Agência Fotosite


A moda de Virgílio Couture na MW
BIRMAN
Quem produz na moda brasileira sabe o quanto é difícil colocar a nossa moda lá fora. Há anos, vários nomes importantes já tentaram isso, como Tufy Duek (Forum), Alexandre Herchcovitch e Carlos Miele (M.Officer), entre outros.

Por isso a notícia de que Alexandre Birman (Arezzo) abriu um espaço em Nova York é importante. Talentoso e prático, preparou o terreno levando seus sapatos para atrizes famosas desfilarem, ganhou espaço nos editoriais de moda e ficou conhecido por lá. Só então abriu a loja. E em breve vai abrir outra, desta vez em Miami.


FESTIVAIS
Já falamos do risco de fragilização dos chamados tapetes vermelhos, como plataformas de lançamentos de moda, diante da sua politização, como foi o caso do Festival de Cannes. Pois foi só falar e a coisa explodiu...

Embora continue dando o que falar com as roupas das beldades & atrizes que passaram por lá, o foco da imprensa mundial acabou mesmo nas manifestações feministas, nos justificados protestos das atrizes negras francesas reivindicando melhores trabalhos e mil outras. Ah, quanto aos filmes... foram todos para o segundo plano. Sem trocadilho.

////

VAIVÉM
* O grupo que compõe a Frente da Moda Mineira fez uma nova reunião nesta terça-feira (22), para avaliar suas metas 2018. A associação é formada por representantes dos órgãos oficiais, entidade e outros setores ligados à cadeia têxtil de Minas. O encontro foi no Museu da Moda, em Beagá. ***

* A Louis Vuitton tem uma parceria com os organizadores da Copa do Mundo e, por isso, criou bolsas com patchwork lembrando as bolas de futebol, com as cores de cada país. No Brasil as vendas serão só em Sampa, dia 14 de junho. Preço de cada peça: entre 14 mil e 20 mil reais. ***

PONTO FINAL - O avanço do e-commerce na moda ocorre de modo mais intenso do que parece. Um fato ilustrativo aconteceu na Espanha, onde uma briga da rede de lojas ‘El Corte Inglès’ com a Amazon (que cresce rápido por lá) acabou num acordo, antes que a empresa espanhola tivesse mais prejuízo. Como eu já disse, o futuro da moda será moldado por essas plataformas.
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: falecomoeditor@diariodoaco.com.br

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO