Suspeitos de matar sargento em tentativa de assalto em Uberaba morrem em tiroteio com a PM

Cercados, homens tentaram escapar trocando tiros com equipe da polícia militar e acabaram mortos

Divulgação


Corpo do militar foi sepultado nesta manhã em Uberaba com homenagens


Dois homens considerados suspeitos de terem participado de uma troca de tiros em que o sargento da PM, Gilmar de Oliveira, de 51 anos, foi morto com um tiro na cabeça, foram mortos em um confronto com policiais militares.

Segundo divulgou a PM, durante operação de cerco e bloqueio montada após a morte do militar, a corporação recebeu informações segundo as quais os suspeitos do crime estariam escondidos em um rancho em um condomínio fechado no município de Água Comprida, também no Triângulo Mineiro.

Quando os homens perceberam a chegada de viaturas, tentaram fugir pelo terreno e atiraram contra os militares.
Na troca de tiros os fugitivos foram baleados. Eles chegaram a ser socorridos e levados para um centro de saúde da cidade, mas morreram depois de dar entrada na unidade.

Os levantamentos da polícia afirmam que David Oliveira da Mota, de 29, e Luciano Mendonça, de 46 anos, foram os dois homens que tentaram assaltar e trocaram tiros com o sargento e um colega militar que estava em um Peugeot.
Álbum pessoal


Gilmar de Oliveira, de 51 anos

O fato ocorreu por volta de 2h de quarta-feira, em uma tentativa de assalto na BR-050, em Uberaba, no Triângulo Mineiro. O carro em que o sargento e um colega militar viajavam passou sobre obstáculos na pista e furou um pneu. Quando o carro parou, os dois foram atacados pela dupla de criminosos e reagiram a tiros. No tiroteio o sargento morreu com um ferimento na cabeça.

Os dois criminosos fugiram levando uma arma e um colete a prova de balas do sargento. O outro policial que estava no carro não foi ferido.

Segundo a PM, o revólver e o equipamento do militar foram encontrados no imóvel em que a dupla se escondeu e foram apreendidos. Outras duas armas usadas pelos suspeitos na troca de tiros contra os policiais também foram apreendidas.
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: falecomoeditor@diariodoaco.com.br

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO