Operação utiliza em média 20 toneladas de asfalto por dia em Ipatinga

Segundo dados da Prefeitura de Ipatinga, já ultrapassou a casa de mil, o número de crateras cobertas por massa asfáltica, apenas nos últimos quatro dias de trabalho

Secom/ PMI


Sebastião Quintão acompanhou os trabalhos entre os bairros Iguaçu e Cidade Nobre
O prefeito de Ipatinga Sebastião Quintão (PMDB) conferiu nesta quinta-feira o ritmo dos trabalhos da operação tapa-buracos. Segundo dados da Prefeitura de Ipatinga, já ultrapassou a casa de mil, o número de crateras cobertas por massa asfáltica, apenas nos últimos quatro dias de trabalho.

Nesta semana foram atendidos, entre outros locais, as ruas Uberlândia e Diamantina e a avenida João Valentim Pascoal, no Centro; avenida José Júlio da Costa entre a rotatória do bairro Ideal e a avenida Pedro Linhares; rotatória entre o bairro Iguaçu e Cidade Nobre, até a avenida José Júlio da Costa. Apenas nesta quinta-feira, foram cerca de 300 buracos cobertos. As equipes da prefeitura que trabalham executando o serviço utilizam em média 20 toneladas de asfalto/dia, informa o governo.

“Estamos trabalhando para solucionar inteiramente, em caráter emergencial, o problema dos buracos em Ipatinga. A cidade tem um asfalto antigo e, embora o drama seja notório, temos ainda a burocracia que acaba por nos atrapalhar”, desabafou o prefeito.

Quintão descreveu em detalhes os obstáculos que o governo enfrentou nos últimos dias até conseguir efetivamente evoluir no trabalho de recuperação da pavimentação: “Nós fizemos uma licitação e compareceram três interessados. O primeiro que ganhou desistiu do serviço. Chamamos então a segunda colocada, que também desistiu. E o terceiro colocado, nem satisfação nos deu. Estamos processando estas empresas, coisa que ninguém jamais fez, pois elas vêm aqui, brincam de participar de licitação e isso não aceitamos. Tudo porque existe uma ‘burrocracia’ no país de que tudo que envolve o poder público tem que ter o menor preço. Isso contribui para a irresponsabilidade, a junção de pessoas oportunistas que querem fazer jogadas em cima do poder público”, justificou.

Segundo o prefeito foi preciso “contar com a paciência de todos”. “Agora estamos fazendo o tapa-buracos com nossos próprios recursos e equipes. A população não merece a situação que lhe foi impingida, esta de ter um asfalto velho que a qualquer chuva se desmancha, enchendo a cidade de buracos. Por isso pedimos desculpas. Nossa Administração está lutando para captar recursos para fazer um trabalho mais duradouro e que é necessário, uma nova cobertura na malha viária de Ipatinga”, adiantou ainda o prefeito.
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: falecomoeditor@diariodoaco.com.br

Comentários

Felipe 02 de Março, 2018 | 09:59
O que adianta , na próxima chuva vai abrir os mesmo buracos , esse asfalto que eles colocam parece até farelo, fazem os serviços com pressa , e não adianta nada. Exemplo disso, é só reparar na entrada do bairro ferroviário, toda vez que chove , aparece os buracos nos mesmo lugares.

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO