Mulher mente que foi estuprada após traição, em Santa Rita de Minas

A mulher confessou a mentira afirmando que inventou o abuso para que a traição não fosse descoberta pelo marido

Josias Pereira soares


Caso foi registrado na pequena cidade de Santa Rita de Minas
Uma jovem de 20 anos foi conduzida à delegacia após mentir que havia sido abusada sexualmente em Santa Rita de Minas, município próximo à Caratinga, nessa sexta-feira (16).

Aos militares, a mulher inventou que um homem armado invadiu a casa dela fazendo ameaças e, em seguida, cometeu o estupro. Policiais da cidade e de municípios vizinhos começaram rastreamento na tentativa de localizar o suposto criminoso.

No entanto, durante a ocorrência, alguns moradores da região disseram às equipes policiais que já tinham visto esse homem indo para o imóvel da dona de casa em datas anteriores, inclusive, dormindo no local.

Em nova conversa com os policias, a mulher confessou a mentira afirmando que inventou o abuso para que a traição não fosse descoberta pelo marido.

A mulher poderá responder por denunciação caluniosa, com pena de dois a oito anos de prisão, além de multa.

(Com informações: O Tempo)
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: falecomoeditor@diariodoaco.com.br

Comentários

Df 19 de fevereiro, 2018 | 12:23
Kkkkk eis q surge mais uma piranha em nossa cidade

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO