Tragédia no ES: Grupo de dança de Domingos Martins estava em micro-ônibus carbonizado

Vinte pessoas estavam em micro-ônibus envolvido em acidente com carreta na BR-101. Onze morreram em colisão


Acidente em Mimoso do Sul (ES), na tarde de domingo


Os passageiros do micro-ônibus que pegou fogo depois de bater de frente com um caminhão de bebidas na BR 101, em Mimoso do Sul, Espírito Santo, eram integrantes do grupo de dança alemã Bergfreunde, de Domingos Martins, na região serrana do Espírito Santo. Eles voltavam de uma apresentação na cidade de Juiz de Fora. São casais de dançarinos com idades entre 17 e 42 anos.

Segundo a Polícia Rodoviária federal, 20 pessoas estavam no micro-ônibus, das quais, 11 morreram. Outras três pessoas tiveram lesões graves, duas sofreram ferimentos lesões leves e quatro saíram ilesos.

O grupo era composto de jovens e fez apresentações na 23ª edição da Deutsches Fest. Eles saíram de Domingos Martins na sexta-feira (8).

O músico Éden Schambach Júnior, 48 anos, participou dos ensaios para a apresentação em Minas Gerais, mas não viajou com o grupo por conta de um compromisso na cidade. “Estavam todos felizes nos ensaios. Não fui por causa do meu show com o padre na comunidade de Santa Isabel. Estamos chocados”, lamentou.

Ainda segundo Éden, o veículo no qual os dançarinos estavam foi alugado com recursos do Edital de Locomoção da Secretaria Estadual de Cultura (Secult). Reunidos no evento religioso, os moradores fizeram orações e um minuto de silêncio, em homenagem às vítimas.


Entenda como foi o acidente

O acidente que matou alguns dos integrantes do grupo de dança típica de Domingos Martins envolveu dois caminhões, um Ford Ka e um micro-ônibus na tarde de domingo (10), no km 450 da BR 101 Sul, em Mimoso do Sul.

O micro-ônibus e um dos caminhões pegaram fogo. Todas as vítimas estavam no micro-ônibus. Outras duas pessoas tiveram ferimentos leves e quatro saíram ilesas do acidente. Vítimas foram removidas para a Santa Casa de Cachoeiro.

Segundo o inspetor Macedo Miranda, chefe da Comunicação da PRF, não chovia no momento do acidente. Um dos caminhões carregava cerveja e o outro, placas de granito.

A jornalista Renata Resstel, que passava pela rodovia no momento do acidente, reportou a versão do motorista do caminhão de cerveja. Conforme essa versão, o condutor do micro-ônibus desceu a estrada pela contramão, sem controle, e provocou a batida de frente. Ainda segundo o motorista do caminhão, antes de bater no micro-ônibus colidiu contra outro caminhão, que transportava placas de granito. "Em seguida, houve explosões e o fogo se alastrou pelo caminhão de bebidas e pelo micro-ônibus", conta Renata.

Ainda segundo a jornalista, os dois motoristas dos caminhões conseguiram sair dos veículos com ferimentos leves. "Com certeza pessoas ficaram presas no micro-ônibus. Vi três corpos no chão. A ambulância da Eco101 socorreu dois passageiros em estado grave", diz a jornalista.

O helicóptero da PM foi acionado para socorrer vítimas do acidente. Ambulâncias da ECO 101 e do Corpo de Bombeiros Estão no local. A Polícia Civil está a caminho. (Com informações da PRF, Corpo de Bombeiros e Gazeta)

Pedro Amâncio

Familiares das vítimas reuniram-se desde ontem e já preparam funeral coletivo de jovens dançarinos
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: falecomoeditor@diariodoaco.com.br

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO