Multidão celebra o 7 de setembro em Coronel Fabriciano

A comemoração dos 195 anos da Independência do Brasil teve desfile cívico na principal avenida de Coronel Fabriciano, Magalhães Pinto

Divulgação


Solenidade levou milhares de pessoas para a avenida Magalhães Pinto


O evento teve início às 8h da manhã e contou com mais de 3 mil pessoas desfilando o mote “Somos todos iguais na diferença”. As instituições apresentaram danças, faixas, fantasias e bandas para conscientizar e chamar a atenção da população contra a exclusão. Além das apresentações, o evento contou com barraquinhas, food truck e espaço kids.

O hasteamento das bandeiras foi realizado ao som do Hino Nacional executado pela Banda Nossa Senhora Auxiliadora. O 3° Comando do Corpo de Bombeiros de Fabriciano deu início ao desfile, acompanhado por representantes das escolas municipais, estaduais, particulares, creches, Igrejas, Rotary, Grupo de Escoteiros Tapajós, Grupo de cavaleiros, CAIS, APAE e outras entidades. Gabriel Elandro Bertoldo, aluno da Escola Municipal Otávio Cupertino dos Reis, estava ansioso na concentração. “É a primeira vez que desfilo, tem um mês que estamos ensaiando. Estou gostando muito e quero entrar logo”, afirma.

Ivan da Costa Lima, aposentado, acompanha os desfiles há alguns anos e aprovou o evento “temos que reviver esse momento. Quando eu estudava todo ano participava com muita fibra do desfile, temos que comemorar apesar de todas as dificuldades do nosso país”. Muitas pessoas foram ao evento de verde e amarelo, como Jeferson Luis, que fez questão de mostrar seu patriotismo “já desfilei levando a bandeira do Brasil, hoje uso a roupa do Brasil porque quero mostrar meu patriotismo”, conclui.


O objetivo do evento, organizado pela Secretaria de Governança Educacional com o apoio de outras secretarias da administração municipal e parceiros, é resgatar a nacionalidade do cidadão fabricianense, o orgulho de ser brasileiro e o senso de igualdade. O tema escolhido este ano visa identificar e combater os mecanismos de exclusão na sociedade e desenvolver culturas, políticas e práticas de inclusão em todas as áreas de convivência do cidadão.

Liris Mota, Coordenadora da Escola Municipal Senador Zé Alencar, participou do evento com 40 alunos de 8 e 10 anos e reafirma a importância do tema: “Como nosso país tem muita diversidade cultural e étnica, nossas escolas refletem esse contexto. Com isso, trabalhamos esse tema, levamos cada um a respeitar o outro e a cidadania é garantida a todos. A escolha desse tema foi muito feliz”, afirma.

Mais:
Veja como foi o 7 de Setembro em Timóteo

Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: falecomoeditor@diariodoaco.com.br

MAIS FOTOS

Comentários

Rita 08 de Setembro, 2017 | 11:23
"SOMOS TODOS IGUAIS NA DIFERENÇA"
ESSA ERA A FRASE ESTAMPADA NA CAMISA QUE O PREFEITO MARCOS VINICIUS USOU ONTEM NO DESFILE.

IGUALDADE OU DESIGUALDADE?

Não vi nenhuma igualdade no Desfile de ontem, um desfile onde a escola Municipal Joaquim de Avila Neto e Escola Estadual Zacarias Roque escolheu de modo OBSCURO quais crianças iram desfilar.

Pergunto ao Prefeito Marco Vinicius e a Diretora da Superintendência Edvania de Lana Morais Andrade QUAIS FORAM ESSES CRITÉRIOS E ONDE ESTA A IGUALDADE?


Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO