Casa Laboratório: 10 anos de prêmios

Rodrigo Zeferino/Divulgação/ACS ECCL


A Última Hora” é baseada na obra do teatrólogo Nélson Rodrigues
O Espaço Cultural Casa Laboratório completa dez anos em 2017. Na última semana, o grupo esteve na 17ª edição do Festival de Artes Cênicas de Conselheiro Lafaiete, apresentando o espetáculo “A Última Hora”, do diretor João Carlos Cardoso, com Diego Martins como assistente de direção.

O elenco da montagem é formado por Marceli Rodrigues, Alexia Silva, Layla Albuquerque, Yasmin Zinato, Gustavo Ferrari, Bruna Bueno, Luiz Gomes, Gabriel Souza, Rian Jerônimo, Luana Candido, e Débora Brandão.

Todos foram preparados em laboratórios criativos ministrados pelos atores Beto de Faria, Filipe Fernandes, Wadson Lourenço, Maria Magalhães, Mari Antonaci e Daniela Alves, fortalecendo a linguagem cênica e ampliando o campo criativo dos atores.

Inspirado em Nelson Rodrigues, “A Última Hora” é o primeiro resultado da pesquisa em torno da obra do autor, que segue até o primeiro semestre de 2018 em comemoração aos dez anos de atividade do Espaço.

No Festival de Lafaiete, na categoria espetáculo alternativo, foram conquistados os prêmios de “Melhor Diretor” - João Carlos Cardoso, “Melhor Ator” - Gabriel Souza, “Melhor Atriz” - Marceli Rodrigues, “Melhor ator Coadjuvante” - Luiz Gomes, “Melhor Atriz Coadjuvante” - Alexia Silva, e o prêmio principal de “Melhor Espetáculo”.

Patrocinado pela Usiminas (Lei Estadual de Incentivo à Cultura de Minas Gerais) desde a fundação, o Espaço Cultural Casa Laboratório é um espaço cooperativo de promoção e formação artística em teatro, dança e música. Atualmente, mantém sede nas cidades de Timóteo e Ipatinga.
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: falecomoeditor@diariodoaco.com.br

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO