Farroupilha ganha prêmios em Lafaiete

Grupo de teatro ipatinguense mostrou peça infantil em praça pública

Divulgação/Leo Coessens


Claudiane Dias dá vida a uma das personagens no espetáculo
O Festival de Artes Cênicas de Conselheiro Lafaiete (FACE), um dos maiores festivais de Teatro Amador do estado e um dos maiores do país, teve sua 17ª edição realizada de 15 a 23 de julho, apresentando 55 espetáculos, 40 companhias e aproximadamente 400 artistas.

Os espetáculos foram divididos nas categorias infantis, teatro na rua, comédias, dramas e monólogos, que concorreram entre si.

Foram inscritos grupos das cidades mineiras de Cipotânea, Congonhas, Mariana, Juiz de Fora, Patos de Minas, Governador Valadares, Ipatinga, Lavras, Barroso, Teófilo Otoni, Ubá, Patrocínio, Joaíma, Itabirito, Guaxupé e Guaranésia; além de Limeira, Ibiúna, Mococa e Colina (SP), Rio de Janeiro e Nova Iguaçu (RJ), Vitória (ES), Jequié (BA) e Macapá (AP).

Divulgação/Leo Coessens


Em cena, duas meninas descobrem um mundo mágico em meio à tralha
O Farroupilha marcou presença no evento com duas oficinas: “Jogos Teatrais e Brincadeiras para Crianças”, com monitoria de Fran Silvestre, e “Caminho para a Cidadania -Teatro de Rua”, com monitoria de Claudiane Dias.

Na Praça Tiradentes, na categoria teatro na ruía, o Grupo Farroupilha apresentou na Praça Tiradentes o espetáculo Borbulhinhas Barulhentas. A trupe foi premiada com troféu de melhor trilha sonora e melhores atrizes para Claudiane Dias e Fran Silvestre. A peça recebeu ainda as indicações de Melhor cenário, diretor e espetáculo no júri popular.

Em “Borbulhinhas Barulhentas”, duas meninas tiram de um amontoado de tralhas nuvens de chuva, um rio, um índio, a dona Sujeira, as nadadoras e até uma sereia que solta borbulhinhas na água. É um convite a uma reflexão sobre o uso dos recursos naturais do planeta, em especial da água.
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: falecomoeditor@diariodoaco.com.br

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO