Dia Mundial da Mata Atlântica

Estudo mostra que o bioma ocupa menos de 16,8% de seu tamanho original

Divulgação


No Vale do Aço ainda sobrevivem áreas protegidas de Mata Atlântica
Em comemoração ao Dia da Mata Atlântica, transcorrido no dia 27 de maio, o World Wildlife Foundation Brasil (WWF-Brasil) lançou uma versão em português de estudo sobre a atual situação do bioma e o resultado do trabalho conjunto com a Argentina e o Paraguai, realizado nos últimos 15 anos. O documento, criado em parceria com a Fundação Vida Silvestre Argentina e o WWF-Paraguai, é um estudo detalhado com histórias de sucesso, desafios e lições aprendidas para proteger o bioma do desmatamento que vem sofrendo nos três países.

A Mata Atlântica cobria originalmente 1.345.300 km² da costa atlântica do Brasil até o noroeste da Argentina, abrangendo a região oriental do Paraguai. Hoje o território está fragmentando e ocupa apenas 226.124 km², menos de 16,8% de seu tamanho original, correndo o risco de perder seu maior predador – a onça pintada.

Apesar de tamanha degradação - causada principalmente pelo avanço da agricultura e da pecuária – a Mata Atlântica ainda é um dos biomas com maior valor biológico do mundo, onde estão 7% das espécies de plantas e 5% dos vertebrados do planeta.

A Rede WWF começou seus esforços para a conservação da Mata Atlântica no Brasil em 1995, impulsionada pela identificação de várias espécies endêmicas. Em 2000, WWF e Fundação Vida Silvestre Argentina criaram o Programa Trinacional da Mata Atlântica.

Com a iniciativa, cientistas do WWF identificaram ecorregiões de alto valor em biodiversidade que estavam em perigo devido à grave transformação de seus habitats naturais, sendo a Mata Atlântica mapeada como um desses hotspots.

Da área total do bioma que permanece em pé, apenas 8,2% da terra está sob algum tipo de proteção. São ao todo 915 áreas protegidas, entre Unidades de Conservação e Reservas Particulares do Patrimônio Natural (RPPNs). Entre 2000 e 2015, a aliança trinacional do WWF fez esforços significativos e conseguiu conquistar um aumento de mais de 20% de área total protegida, saindo de 86.000 km² para cerca de 110.000 km², com 558 novas áreas protegidas.

Sobre o WWF
O WWF-Brasil é uma organização não governamental brasileira dedicada à conservação da natureza, com objetivo de harmonizar a atividade humana com a conservação da biodiversidade e promover o uso racional dos recursos naturais em benefício dos cidadãos de hoje e das futuras gerações.

Criado em 1996, o WWF-Brasil desenvolve projetos em todo o país e integra a Rede WWF, a maior rede mundial independente de conservação da natureza, com atuação em mais de 100 países e o apoio de cerca de 5 milhões de pessoas, incluindo associados e voluntários.
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: falecomoeditor@diariodoaco.com.br

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO