Administração e Bombeiros discutem solução para laudos do Ipatingão e 7 de Outubro

Assim como o estádio Ipatingão, o 7 de Outubro foi encontrado em estado de completo abandono

Divulgação


Reuniçao entre representantes do CBMMG e Prefeitura de Ipatinga acerta detalhes sobre novas vistorias para liberação de laudos

Em reunião na terça-feira (28), a Secretaria de Cultura, Esporte e Lazer de Ipatinga recebeu resposta positiva do Corpo de Bombeiros para ajustes de laudos que vão viabilizar a liberação dos alvarás do Centro Cultural e Esportivo 7 de Outubro e do estádio Ipatingão. Os dois equipamentos públicos foram encontrados em estado de verdadeira calamidade pelo atual governo.

Foram definidas algumas adequações a serem realizadas para que o principal palco futebolístico da cidade possa ser usado com sua capacidade de 22.400 pessoas. Os bombeiros explicaram que na última vistoria no estádio, durante a gestão passada, foram solicitadas diversas providências, principalmente em relação à prevenção contra incêndio e pânico. No entanto, poucas foram atendidas.

O secretário, Carlos Oliveira, informa que a prefeitura vai se empenhar para cumprir os termos de ajustamento, atendendo as exigências que deixarão o estádio apto a receber jogos.

“Nosso diálogo foi bem transparente. No que depender da nossa administração, vamos fazer o possível para legalizar tudo e devolver o estádio à cidade em perfeitas condições. É uma vontade minha e principalmente do prefeito Sebastião Quintão”, resume.

As licitações estão sendo providenciadas e as obras de revitalização acontecerão em breve”, adianta, lembrando que recursos estão sendo assegurados junto ao governo federal por intervenção do gabinete do deputado Leonardo Quintão.

Regularizadas as pendências identificadas, a prefeitura deverá aguardar uma nova vistoria no estádio. Com base nesse laudo é que a comissão dos Bombeiros vai avaliar as condições para a possível liberação do Ipatingão para os grandes eventos.

7 DE OUTUBRO
Em relação ao Centro Cultural e Esportivo 7 de Outubro, ficou acordado que uma vistoria será realizada nos próximos dias.

Quando o novo governo de Ipatinga assumiu, o espaço estava completamente abandonado, inclusive servindo de abrigo para usuários de drogas. Várias instalações estavam destruídas.

Na reunião desta terça-feira, além do titular da Semcel e da secretária Adjunta Élida Azevedo, estiveram o capitão Marcos Vinicius e os sargentos Elves Alves e Gildo dos Santos, representando a 3ª Companhia Independente de Ipatinga, do Corpo de Bombeiros Militar.
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: falecomoeditor@diariodoaco.com.br

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO